segunda-feira, 29 de março de 2021

Ironias à Globo dominam estreia da Fórmula 1 na Band

  

Band
Fórmula 1 estreou na Band neste final de semana (Imagem: Reprodução/ Band)

Band fez a estreia da transmissão da Fórmula 1 neste final de semana e não deixou de alfinetar e ironizar a Globo – que foi detentora dos direitos do campeonato automobilístico durante anos.

Neste domingo (28), por exemplo, a emissora carioca foi alvo de vários comentários antes da largada do GP do Bahrein. Além de Nelson Piquet, que foi explícito em sua crítica e mandou um “Globo lixo”, outras situações foram apontadas como ironias à concorrente.

“Eu estou feliz com vocês da Band fazendo Fórmula 1, que largou essa Globolixo, né”, afirmou o ex-piloto, que provocou risos no estúdio e um certo constrangimento em Glenda Kozlowski, que logo mudou de assunto.

O narrador Sergio Mauricio, por sua vez, alfinetou a emissora carioca, onde trabalhou por 29 anos. “A F1 tratada como deve ser tratada”, afirmou o profissional, antes da largada da primeira corrida oficial do ano.

Ele também soltou o slogan “Isso a Band mostra”, que é uma uma piada com o quadro de humor Isso a Globo Não Mostra, exibido no Fantástico.

Falando nisso, a Band está sorrindo à toa. Isso porque, exibida das 11h28 às 14h06, a transmissão fechou com 4,6 pontos de média, 6,4 pontos de pico e 9,9% de participação no número de televisores ligados (share). No mesmo período, 9,6 para a Globo, 6,6 para o SBT e 5,8 para a Record. Os dados são aferidos na Grande São Paulo.

Já durante a corrida, das 12h07 às 13h40, a emissora teve 5,2 pontos de média, 6,4 pontos de pico e 11,2% de share. Ela ainda conquistou o terceiro lugar por 37 minutos e ficou próxima à vice-liderança.

Vale destacar que a transmissão do GP do Bahrein, comandada por Sergio Maurício, com comentário de Reginaldo Leme e Felipe Giaffone, rendeu uma audiência quase quatro vezes maior que no horário tradicional de 12h no domingo.

Fonte:RD1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados