quarta-feira, 31 de março de 2021

Goiânia interrompe aplicação da 1ª e 2ª doses por falta de vacinas contra Covid-19, diz prefeitura

 Por Rafael Oliveira


Profissionais vacinam idosos contra Covid-19 em Goiânia Goiás — Foto: Reprodução/SMS Goiânia

Profissionais vacinam idosos contra Covid-19 em Goiânia Goiás — Foto: Reprodução/SMS Goiânia


A Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia interrompeu a campanha de vacinação contra a Covid-19 nesta quarta-feira (31) por falta de doses. Nestes quatro dias de feriado prolongado não haverá aplicação nos idosos de 65 anos, o último grupo prioritário que está sendo vacinado.

A prefeitura aguarda a chegada de mais doses previstas para chegarem na próxima segunda-feira (5). Como os lotes são enviados pelo Ministério da Saúde primeiramente ao governo estadual e, depois aos municípios, a secretaria ainda vai fazer o planejamento dos grupos contemplados.

Em relação às doses aplicadas, a secretaria informou que 235.855 pessoas foram vacinadas até esta quarta-feira. Da 1ª dose, foram 181.563 idosos vacinados, o que corresponde a 12% da população goianiense, além de 58.742 de reforço, contemplando 3,9% da população.

O município registrou até esta quarta-feira 133.148 pessoas contaminadas, sendo que 3.647 morreram em decorrência da doença. Deste total, 11.227 pacientes estão internados na rede municipal de saúde e 4.989 em UTIs.

Os idosos de 65 anos começaram a ser vacinados na terça-feira (30) e os de 77 anos ou mais receberam a segunda dose da CoronaVac. Atualmente, a secretaria ampliou para 25 pontos de vacinação para acelerar a campanha de imunização.


Nota da SMS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que o atendimento vacinal será retomado na próxima semana, mediante o recebimento de nova remessa e consequente planejamento dos grupos contemplados. A SMS destaca, ainda, seguir o preconizado pelo Ministério da Saúde, por meio do Plano Nacional de Imunização.

Deste modo, a abertura de cada faixa etária deve ser feita de forma planejada, garantindo a aplicação das duas doses, uma vez que este é o requisito para imunização eficaz. A Secretaria destaca, ainda, já ter aplicado 181.563 doses da primeira etapa, o que corresponde a 12% da população goianiense, além de 58.742 de reforço, contemplando 3,9% da população. Ambos os índices superam a média nacional de cobertura vacinal.



Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados