terça-feira, 30 de março de 2021

Binotto alfineta Vettel e reforça confiança em nova dupla da Ferrari

 Após uma pré-temporada positiva, a Ferrari vem trabalhando para superar o desastroso ano de 2020, o pior da equipe nos últimos 40 anos. A escuderia garantiu um sexto e oitavo lugares no GP do Bahrein neste domingo com Charles Leclerc e Carlos Sainz, respectivamente, desempenho que deixou o chefe Mattia Binotto satisfeito - a ponto de dar uma cutucada em Sebastian Vettel, ex-piloto do time italiano.


- Estamos felizes com nossos pilotos. Enfim, podemos contar com os dois. É muito positivo que a dupla esteja operando em conjunto. Carlos está se dando bem e trabalhando com Charles. Saber que podemos contar com os dois pilotos é importante, assim como o espírito de equipe também é - disse Mattia Binotto.

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, no GP do Bahrein da F1 2021 — Foto: Dan Istitene - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Mattia Binotto, chefe da Ferrari, no GP do Bahrein da F1 2021 — Foto: Dan Istitene - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Substituto de Sebastian Vettel na Ferrari, Carlos Sainz obteve o melhor resultado da equipe na pré-temporada de 2021 com um terceiro lugar. Confirmando as expectativas na evolução do motor Ferrari, a dupla manteve o bom desempenho nos treinos livres e na classificação, valendo um quarto lugar para Leclerc e o oitavo para Sainz.

Charles Leclerc disputou posição com Lando Norris no GP do Bahrein da F1 2021 — Foto: Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Charles Leclerc disputou posição com Lando Norris no GP do Bahrein da F1 2021 — Foto: Clive Mason - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

Na prova em Sakhir, os pilotos protagonizaram algumas das principais disputas da corrida contra adversários como a Mercedes, McLaren, Aston Martin e Alpine. Separados por Daniel Ricciardo, da McLaren, Leclerc e Sainz concluíram a etapa, respectivamente, em sexto e oitavo.

- Para nós será difícil brigar por pódios neste ano; podemos ter como objetivo o terceiro lugar no campeonato de construtores, porém, teremos que lutar com a McLaren. Certamente estivemos melhor hoje do que na temporada passada, mas ainda há um longo caminho a percorrer - concluiu Binotto.

Desavenças

A "alfinetada" em Vettel não foi a primeira. Diante do acirramento da rivalidade entre o alemão e Charles Leclerc na Ferrari em 2020 e acusações de favorecimento, Binotto não fez questão de esconder ao longo da temporada seu descontentamento com os resultados do tetracampeão, que foi ofuscado pelo companheiro mais jovem nos dois últimos anos.

Sebastian Vettel, Mattia Binotto e Charles Leclerc viveram 2020 turbulento na Ferrari — Foto:  Mark Thompson/Getty Images

Sebastian Vettel, Mattia Binotto e Charles Leclerc viveram 2020 turbulento na Ferrari — Foto: Mark Thompson/Getty Images

Foi o italiano quem avisou a Vettel, por ligação, que a escuderia não renovaria seu contrato ao fim de 2020. Após o GP de Portugal, em outubro, o chefe da Ferrari chegou a se referir ao tetracampeão como "segundo piloto" ao elogiar o desempenho de Leclerc.

Começo ruim

Ao contrário de Sainz, Vettel esteve longe de fazer uma boa estreia na equipe nova. Pela Aston Martin, teve como melhor resultado na pré-temporada apenas um 13º lugar.


Fonte:Ge

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados