quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Grêmio confirma retomada, bate a Católica e se classifica às oitavas na Libertadores

 Melhores momentos de Grêmio 2 x 0 Universidad Católica, pela 5ª rodada da Libertadores

Melhores momentos de Grêmio 2 x 0 Universidad Católica, pela 5ª rodada da Libertadores

O Grêmio foi "mortal" no segundo tempo e bateu a Universidad Católica, na noite desta quarta-feira, na Arena, por 2 a 0. O Tricolor cresceu após a conversa no vestiário, aproveitou as chances criadas para definir logo o placar e adminstrou o resultado após sofrer na etapa inicial. O resultado encaminhou a classificação gremista no Grupo E da Libertadores e confirmou o bom momento na competição, após vitória sobre o rival Inter na semana passada.

Na tabela

Com a vitória, o Grêmio chegou a 10 pontos no Grupo E e deixou a Universidad Católica com quatro. Como o Inter empatou com o América de Cali, o Tricolor está classificado às oitavas de final da Libertadores.

Alisson Grêmio x Universidad Católica

Alisson Grêmio x Universidad Católica (Foto: Staff Images/Conmebol)

Próximos jogos

Pela Libertadores, o Grêmio volta a jogar no dia 22 de outubro, contra o América de Cali, na Arena, às 21h30. Já a Católica encara o Inter, no mesmo dia e horário, no San Carlos de Apoquindo, no Chile. No sábado, o Grêmio encara mais um Gre-Nal na temporada, na Arena, pelo Brasileirão, às 17h.

Primeiro tempo

Pepê em Grêmio x Universidad Católica

Pepê em Grêmio x Universidad Católica (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

A Universidad Católica mal esperou a bola rolar para já obrigar Vanderlei a trabalhar em finalização de Aued após cobrança de escanteio. As bolas paradas, aliás, ficariam vivas e levariam perigo durante toda a etapa inicial. Depois de sofrer nos 10 minutos iniciais, o Grêmio emparelhou o jogo e criou oportunidades com Alisson e Diego Souza. Orejuela ainda faria o goleiro Dituro trabalhar, mas os chilenos mantiveram posse de bola maior e rondaram sempre com perigo a área gremista.

Segundo tempo

O Tricolor balançou as redes com Pepê logo no primeiro minuto da etapa final. E a partir daí dominou todo o jogo, foi cirúrgico ao criar outra chance, com Rodrigues, e levou a partida como quis até o apito final. A Universidad Católica se jogou à frente ao seu estilo e o time de Renato Portaluppi aproveitou os espaços com maestria.

Pepê tranquiliza as coisas para o Grêmio

Na semana passada, gol no Gre-Nal da Libertadores. Nesta terça, Pepê apareceu novamente para ser decisivo. Abriu a vitória gremista e marcou seu quarto gol nos últimos cinco jogos em que esteve em campo. Sua presença se torna cada vez mais fundamental ao time. Balançou as redes após a famosa "casquinha" de Diego Souza logo no primeiro minuto do segundo tempo, o que deixou as coisas mais tranquilas para o Grêmio.

Pepê resolveu o jogo no início

Pepê resolveu o jogo no início (Foto: Staff Images/Conmebol)

Do temor à glória na defesa

Rodrigues Grêmio x Universidad Católica

Rodrigues Grêmio x Universidad Católica (Foto: Staff Images/Conmebol)

Antes da partida, o Grêmio confirmou os casos de Covid-19 de Geromel e Kannemann. A aclamada dupla de zaga fora, sem Paulo Miranda, um reserva imediato, suspenso. Caiu no colo de Rodrigues a missão de manter o nível. E o jovem foi muito bem na Arena. Não só esteve seguro na defesa, mas arrancou em contra-ataques e apareceu como centroavante para fechar a vitória.

Um alerta mesmo na vitória

Grêmio x Universidad Católica Libertadores

Grêmio x Universidad Católica Libertadores (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)

Desde os primeiros minutos, a Universidad Católica assustou de uma maneira muito específica. Apesar da posse de bola maior e de rondar a área, eram os cruzamentos em escanteios que traziam pavor para os gremistas. Primeiro, Huerta obrigou Vanderlei a salvar. Depois, a bola ao menos ficava viva e gerava insegurança.


Arena volta a ser a casa do Grêmio

O Grêmio não vencia dentro de casa desde o dia 9 de agosto, na estreia no Campeonato Brasileiro, quando bateu o Fluminense por 1 a 0. Desde então, são cinco partidas, empates com Corinthians, Fortaleza e Palmeiras e derrotas para Caxias e Sport. O bom resultado na Libertadores quebra a pior sequência em casa da história do estádio e encaminha a classificação do Grêmio.


Fonte:ge


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados