quarta-feira, 30 de setembro de 2020

Com um a menos, Inter se segura como pode e arranca empate do América em Cali

 Ufa! Foi no sufoco, e com um jogador a menos durante quase todo o segundo tempo. Mas o Inter se segurou como pôde, com unhas e dentes, para arrancar um empate em 0 a 0 do América de Cali, nesta terça-feira, no Pascual Guerrero, pela 5ª rodada do Grupo E da Libertadores.

E o ponto somado em solo colombiano tem sabor de conquista. Se a vida como visitante nas andanças pela América do Sul já não é fácil, a do Inter ficou ainda mais difícil aos 12 do segundo tempo, com a expulsão de Leandro Fernández.

Patrick América de Cali x Inter Internacional Libertadores

Patrick América de Cali x Inter Internacional Libertadores (Foto: Reuters)

  • Na tabela

    Com o empate, o Inter perde a liderança do Grupo E e chega à última rodada com a vaga praticamente garantida. A equipe ocupa a segunda colocação com cinco pontos e três gols de saldo. O América soma cinco pontos e é o único que pode alcancar, mas tem saldo de dois gols negativos. Precisa tirar cinco gols de diferença

  • Agenda

    As duas equipes têm pela frente uma longa pausa até a última e decisiva rodada do grupo E, com os dois jogos marcados para o mesmo dia e horário: 22 de outubro, às 21h30. O Inter enfrenta a Universidad Católica já eliminada no San Carlos de Apoquento. O América visita o Grêmio na Arena.

    Pelo Brasileirão, o Colorado já respira o Gre-Nal do próximo sábado, às 17h, na Arena, válido pela 13ª rodada.

  • Primeiro tempo

    Apita o árbitro, a bola rola com saída para o Inter, e Paz recebe cartão amarelo por falta dura em Nonato. Era o primeiro minuto de partida, e a tônica já estava estabelecida. De um lado, o América parou o jogo a todo instante com faltas - algumas mais duras - e tentou pressionar na base da bola aérea. Era cruzamento atrás de cruzamento. Sem muito efeito. Do outro, o Colorado pouco fez além de evitar correr riscos.

    Foram muitos bocejos e poucos lances de perigo. Salvo uma finalização de Sierra defendida por Lomba e outra de Segóvia dentro a área após cobrança de escanteio. Seria uma grande chance, não fosse o chute sem direção alguma.

    América de Cali x Inter Libertadores Thiago Galhardo

    América de Cali x Inter Libertadores Thiago Galhardo (Foto: Ricardo Duarte / Internacional)

Segundo tempo

O Inter voltou do intervalo com Boschilia na vaga de Praxedes e uma amostra de que seria mais agressivo no segundo tempo. Mas calma, que podia ser ainda pior que a primeira etapa. Toda e qualquer esperança de vitória se esvaiu cedo, logo aos 12 minutos, com a expulsão de Leandro Fernández por agressão contra Marlon Torres.

O argentino saiu cabisbaixo. E restou ao Inter se defender como pôde. E com sucesso. Marcelo Lomba e Rodrigo Moledo - principalmente - fizeram atuações quase perfeitas. O Colorado conseguiu se segurar sem sofrer tanto e ainda conseguiu levar perigo com Patrick, em chute de dentro da área. Mas o América levou perigo, sim. Primeiro Com Ramos, em cabeçada defendida por Lomba. Depois, com Moreno, que acertou o travessão após desvio em Moledo.


Preocupação com Saravia

Dez minutos de partida foram suficientes para o Inter levar um motivo de preocupação do Pascual Guerrero de volta ao Brasil. Saravia sentiu um problema na altura do joelho direito após uma dividida com Batalla. Teve de ser substituído de imediato por Heitor e será reavaliado no retorno a Porto Alegre.

América de Cali x Inter Internacional Libertadores

América de Cali x Inter Internacional Libertadores (Foto: Getty )

Decepção com Fernández

A vida do Inter em Cali ficou ainda mais difícil graças a Leandro Fernández. O argentino foi expulso logo aos 12 minutos do segundo tempo, por agredir Marlon Torres com uma cotovelada, enquanto o jogo estava parado, antes de cobrança de falta do América. Sua expressão corporal, taciturna e cabisbaixa, na saída para o vestiário diz tudo.


Fonte:ge












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados