quinta-feira, 30 de julho de 2020

Globoplay disponibiliza íntegra de Laços de Família e Meu Bem, Meu Mal em setembro

Duh Secco

Globoplay
Vera Fischer (Helena) em Laços de Família; Sílvia Pfeifer (Isadora) em Meu Bem, Meu Mal: novelas chegam ao Globoplay em setembro (Imagens: Divulgação / Globo)
Após divulgar as estreias de Torre de Babel (1998), Fera Radical (1988) e A Indomada (1997), todas em agosto, o Globoplay anunciou os lançamentos de mais dois clássicos das novelas da Globo, para setembro. A íntegra de Laços de Família (2000) chega à plataforma no dia 14; Meu Bem, Meu Mal (1990) será disponibilizada na última segunda-feira de setembro, 28.
A trama de Manoel Carlos contará com duas versões no streaming: a original, sem cortes, e a do Vale a Pena Ver de Novo. O folhetim protagonizado por Vera Fischer substitui Êta Mundo Bom (2016), possivelmente em setembro. Não se sabe, porém, se a estreia da íntegra de ‘Laços’ no Globoplay coincidirá com a volta da produção na faixa de reprises da Globo.
Consultada, a emissora informou via Comunicação que ainda não há confirmação sobre a data de lançamento de Laços de Família no ‘Vale a Pena’.
A narrativa, cabe lembrar, acompanha Helena (Vera), que abdica da paixão por Edu (Reynaldo Gianecchini) em favor da filha Camila (Carolina Dieckmann). A jovem descobre, após o casamento, que está com leucemia. A mãe então abandona Miguel (Tony Ramos), seu novo amor, decidida a reconquistar Pedro (José Mayer) – pai biológico de Camila, que Helena sempre escondeu – e gerar o bebê que poderá servir como doador de medula.
Meu Bem, Meu Mal retrata as intrigas em torno da empresa Venturini Designers. Dom Lázaro (Lima Duarte) divide o negócio com Ricardo Miranda (José Mayer); o indesejado sócio representa a traição da falecida esposa do patriarca – mentira inventada pela irmã dele, Valentina (Yoná Magalhães). Os conflitos se acentuam com a presença de Isadora (Sílvia Pfeifer), nora de Lázaro e amante de Ricardo.
Neste primeiro momento, o Globoplay está disponibilizando títulos exibidos pelo Canal Viva após o lançamento do Viva Play, em 2016 – com exceção de A Favorita (2008). Pai Herói (1979), Baila Comigo (1981), A Gata Comeu (1985), Selva de Pedra (1986), Sinhá Moça (1986), Bebê a Bordo (1988), Terra Nostra (1999), Porto dos Milagres (2001) e O Clone (2011) devem pintar na plataforma em breve.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados