domingo, 28 de junho de 2020

Jornal Nacional recebe pedido de Luciano Hang e toma atitude

Jornal Nacional
Jornal Nacional leu posicionamento de Luciano Hang sobre polêmica (Imagens: Reprodução – Globo – Instagram/ Montagem – RD1)
Luciano Hang surpreendeu o Jornal Nacional e solicitou um esclarecimento sobre uma reportagem exibida pelo telejornal da Globo em 8 de junho. A emissora, então, reagiu lendo a nota enviada pelo empresário, mas ainda mandou um recado, neste sábado (27).
A reportagem que recebeu a reclamação afirmou que teria partido do apoiador de Jair Bolsonaro (sem partido) a sugestão para o Ministério da Saúde “maquiar” os dados sobre a Covid-19 no Brasil.
Ontem, então, o âncora Flávio Fachel leu o posicionamento do dono da Havan. Em seguida, no entanto, ele disse que a metodologia defendida por ele foi proibida pelo STF (Supremo Tribunal Federal).
“O Jornal Nacional recebeu do empresário Luciano Hang um pedido de esclarecimento sobre nossa reportagem de 8 de junho sobre a mudança de metodologia que o Ministério da Saúde tentou fazer na divulgação do número de doentes e mortos pela Covid-19”, afirmou o apresentador.
“Hang esclarece que a sua intenção no vídeo, que divulgou nas redes sociais e foi apresentado na reportagem, não foi propor que os números fossem maquiados. Ele diz que apenas defendeu a metodologia que considera mais correta e que coincidia com a que o Ministério da Saúde chegou a adotar antes de ser obrigado a voltar atrás por decisão do STF”, completou o apresentador plantonista do Jornal Nacional.

No dia 8 de junho, o telejornal noticiou que a ideia do presidente era publicar somente os óbitos que ocorreram especificamente nas últimas 24 horas. Hang defendeu a medida, questionada por especialistas de saúde e barrada pelo STF.
“O jornal Valor Econômico mostrou que a sugestão para a maquiagem dos dados partiu do empresário Luciano Hang, amigo do presidente Jair Bolsonaro e investigado na operação contra fake news em inquérito que apura ofensas e ameaças a ministros do Supremo Tribunal Federal”, disse o noticiário.
“Luciano Hang, que não é médico, nem tem experiência em gestão de saúde pública, colocou em dúvida as informações do próprio Ministério da Saúde sobre as mortes causadas pelo coronavírus. Servidores disseram que o vídeo em que Hang fala sobre as mortes foi repassado pela cúpula do Ministério da Saúde para eles no fim de semana”, acrescentou o repórter.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados