terça-feira, 28 de abril de 2020

Três são presos suspeitos de matar idoso com 50 facadas e depois queimar corpo em MS

Idoso foi morto com 50 facadas após cobrar dívida de R$ 2 mil.  — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Idoso foi morto com 50 facadas após cobrar dívida de R$ 2 mil. — Foto: Polícia Civil/Divulgação


Três homens suspeitos de matar um idoso com 50 facadas e depois queimar o corpo dele, foram presos na última sexta-feira (24), segundo a Polícia Civil, em coletiva na manhã desta segunda-feira (27), em Dourados, região sul do estado. A motivação do crime seria uma dívida de R$ 2 mil.


De acordo com a investigação, João Costa, de 65 anos, foi morto no dia 20 de abril pelo proprietário de uma distribuidora de gás ao cobrar a dívida. Referente às cinquenta facadas, o suspeito dos golpes disse que estava sendo ameaçado pelo idoso e que após dá a primeira facada, ficou “fora de si”, não tendo mais controle sobre o número de golpes, segundo o delegado responsável pelo caso, Rodolfo Daltro.
A faca utilizada no crime foi encontrada em uma fossa dentro do estabelecimento de gás. Um dia depois, o carro da vítima foi encontrado incendiado. No local, dois indivíduos foram vistos correndo. Um deles com as mesmas características físicas da pessoa que possuía a dívida com o idoso, segundo a polícia.
Corpo de idoso morte com 40 facadas e carbonizado é encontrado, em Dourados. — Foto: Adilson DomingosCorpo de idoso morte com 40 facadas e carbonizado é encontrado, em Dourados. — Foto: Adilson Domingos
Corpo de idoso morte com 40 facadas e carbonizado é encontrado, em Dourados. — Foto: Adilson Domingos
Conforme a investigação, na última sexta-feira, policiais foram até o estabelecimento de gás. Em um quarto localizado aos fundos foram identificadas manchas de sangue na parede. O proprietário confessou o crime e entregou os outros dois comparsas.
Em depoimento, o homem disse que ao ser cobrado pela dívida, a vítima foi imobilizada por eles e arrastada até o quarto, onde foi esfaqueada. Após ser morto, por volta das 10h30, o corpo foi enrolado em lençóis e colocado na traseira da caminhonete que pertencia a vítima. Esse automóvel foi escondido pelos suspeitos no terreno onde funciona a distribuidora de gás.
Segundo a polícia, depois do assassinato, os três indivíduos passaram a limpar o quarto que tinha grande quantidade de sangue. Ao anoitecer, o proprietário da distribuidora de gás retirou gasolina do tanque de uma motocicleta que a ele pertencia. O combustível foi usado para queimar o corpo do idoso.
Carro de idoso que foi morto a facadas e carbonizado, foi encontrado queimado, em Dourados (MS). — Foto: Adilson DomingoCarro de idoso que foi morto a facadas e carbonizado, foi encontrado queimado, em Dourados (MS). — Foto: Adilson Domingo
Carro de idoso que foi morto a facadas e carbonizado, foi encontrado queimado, em Dourados (MS). — Foto: Adilson Domingo
Ainda de acordo com a investigação, os suspeitos levaram o corpo até a região do Travessão do Castelo, local onde eles conheciam. Um amigo de um deles possui uma propriedade na região. Nessa ocasião eles jogaram gasolina sobre o corpo da vítima e atearam fogo. Em seguida, retornaram para a região do Bairro Jóquei Clube e também com o uso de gasolina queimaram a veículo do idoso. O caso foi registrado como homicídio qualificado.

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados