terça-feira, 28 de abril de 2020

Chefe da Mercedes perderá GPs mas diz: compra de 1% da Aston Martin não tem a ver com F1

Chefe da equipe Mercedes, atual hexacampeã de Construtores de Fórmula 1, Toto Wolff revelou que não estará presente em todos os GPs da temporada 2020. No entanto, ele garantiu que segue no time e jurou que a compra de ações da Aston Martin nada tem a ver com planos de assumir a escuderia na categoria em 2021 - a montadora inglesa foi adquirida por Lawrence Stroll, pai do piloto Lance Stroll, e esta passará a dar nome à Racing Point, também controlada pelo empresário. Wolff explicou a operação.

Wolff adquiriu menos de 1% das ações da Aston Martin — Foto: Internet
Wolff adquiriu menos de 1% das ações da Aston Martin — Foto: Internet
- Ainda serei chefe da equipe na Mercedes, embora possa dividir meu tempo de maneira diferente e não estarei presente em todos os GPs. Quero dar minha contribuição para ajudar Hamilton a conquistar seu sétimo título mundial .O estoque (da Aston Martin) está muito baixo no momento, e a nova linha de produtos é ótima. É um investimento financeiro pessoal em um fabricante de automóveis que nada tem a ver com a Fórmula 1. E, depois do coronavírus, haverá um retorno ao normal quando as pessoas comprarão carros novamente - disse Wolff ao jornal austríaco "Österreich".

Lawrence e Lance Stroll caminham no paddock — Foto: Getty Images
Lawrence e Lance Stroll caminham no paddock — Foto: Getty Images
Wolff lembrou que a Mercedes já tem um trabalho de colaboração com a Racing Point (ou Force India) desde 2009 e com a própria Aston Martin nos carros de rua. O dirigente garantiu que a direção da Daimler (dona da Mercedes) não criou empecilhos para a operação:
- Forneceremos nossos novos motores para a nova equipe da Aston Martin na F1 e faremos o mesmo para os carros de produção do fabricante. Os carros de estrada da Aston Martin têm motores Mercedes. A Daimler também detém uma participação de 5% na Aston Martin.
Toto Wolff é chefe da equipe Mercedes na Fórmula 1 — Foto: Getty ImagesToto Wolff é chefe da equipe Mercedes na Fórmula 1 — Foto: Getty Images
Toto Wolff é chefe da equipe Mercedes na Fórmula 1 — Foto: Getty Images
Toto Wolff é chefe da Mercedes desde a temporada de 2013, quando Lewis Hamilton foi contratado. Com o austríaco no comando, a equipe alemã passou a dominar a F1 em 2014 e, desde então, vem conquistando todos os títulos de pilotos e construtores. Porém, a permanência de Wolff vem sendo colocada em xeque diante das mudanças que a categoria passará em seu regulamento.

Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados