quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Sincero, chefe da Ferrari enxerga equipe aquém do esperado: "Não somos rápidos o suficiente"

Sincero, chefe da Ferrari enxerga equipe aquém do esperado:
Getty Images

Sebastian Vettel fez o tempo mais rápido da quinta-feira de testes na pista de Barcelona - pela primeira vez para a Ferrari na pré-temporada - mas não há tranquilidade na escuderia italiana. Mattia Binotto, chefão da equipe, ativou o modo sincerão e disse que não espera uma melhoria no inconsistente desempenho apresentado para o Grande Prêmio da Austrália, que abre a temporada.

- Honestamente, eu acho que não (vamos melhorar). Sabemos o que estamos fazendo, se temos margem ou não. Hamilton teve um problema, mas se você olhar suas tentativas iniciais, ele impressionou com sua velocidade - disse à "Sky Sports", referindo-se a pane no carro do hexacampeão.
Um olhar mais atento justifica as preocupações de Binotto. A Ferrari vem tendo desempenhos abaixo do esperado desde o início dos testes, e mesmo a liderança de Vettel tem seus poréns: Lance Stroll, terceiro colocado, fez tempo apenas 0.2s abaixo com pneus médios pela Racing Point, enquanto o alemão cravou sua melhor marca com compostos macios, que são mais rápidos.
Binotto deu a entender que o desempenho na simulação de corrida - feita por várias equipes durante os testes - não foi como o esperado, e que a equipe precisa correr atrás das melhorias:
- Acho que antecipamos nos últimos dias que não somos suficientemente rápidos. Sobre os tempos hoje, quando olhamos para a simulação de corrida, nós não fomos os mais rápidos. A temporada vai ser muito longa, então vamos completar o teste, ver como vai ser amanhã com Charles (Leclerc). Vamos tentar entender melhor o carro e focar no que é necessário - avaliou.
Vettel foi o mais rápido no penúltimo dia de testes em Barcelona — Foto: FerrariVettel foi o mais rápido no penúltimo dia de testes em Barcelona — Foto: Ferrari
Vettel foi o mais rápido no penúltimo dia de testes em Barcelona — Foto: Ferrari

A Racing Point vem se aproximando dos tempos da Ferrari e vem sendo apontada como a equipe de meio de grid que parece mais forte neste início de temporada, com um carro bastante semelhante ao modelo de 2019 da Mercedes. Binotto reconhece que a equipe de Lance Stroll e Sergio Pérez tem suas qualidades, mas crê que a Ferrari tem condição de crescer e evitar uma ameaça contundente.
- Eles estão muito perto, acho que não surpreende se você olhar o desenho do carro. Certamente são uma ameaça, mas estou convencido de que a Ferrari, como um time, é forte o suficiente para desenvolver o carro a partir daqui e ter certeza de que não seremos ameaçados - concluiu.


Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados