sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Justiça nega recursos de Rose Miriam sobre testamento de Gugu

Gugu Liberato
Justiça fica ao lado da família de Gugu na disputa com Rose Miriam (Imagem: Divulgação / Record)
O desembargador Galdino Toledo, da 9ª Câmara de Direito Privado de São Paulo, negou vários pedidos de Rose Miriam Di Matteo, viúva de Gugu Liberato, e confirmou as decisões de primeira instância sobre o testamento do apresentador. De acordo com as informações do jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo, Toledo também manteve Aparecida Liberato, irmã do comunicador, como testamenteira e curadora das filhas, Marina e Sofia. João Augusto é maior de 18 anos. Entre os recursos pedidos, Rose Miriam tentou o bloqueio dos bens do inventário. Nelson Wilians, advogado da viúva, afirmou que o recurso foi analisado pelo desembargador de forma superficial. O representante da médica alegou que a análise mais profunda será feita no pedido de reconhecimento de união estável e ressaltou que Toledo manteve a reserva dos bens. Advogado da família de Gugu Liberato, Carlos Regina disse que a informação sobre a reserva dos bens "não é correta" e que os pedidos de Rose Miriam foram "todos rejeitados pelo Tribunal""Tudo seguirá conforme previsto no testamento de Gugu", garantiu. Confira a nota completa do advogado Nelson Wilians: "O desembargador analisou de forma perfunctória o Recurso e asseverou, em sede de liminar, que a questão depende de mais ampla análise perante o Juízo onde tramita o pedido de reconhecimento de união estável. Indeferiu, ao menos por ora, a reserva dos bens. O Recurso ainda será julgado em seu mérito por três Desembargadores que compõem a 9a Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Na ação de reconhecimento de união estável que é a ação principal que a Sra. Rose busca em juízo a nulidade do testamento e do documento firmado em 2011. A Sra. Rose viúva do Gugu e que manteve união estável desde 2000, declara, por intermédio dos seus advogados, que confia na Justiça. Nelson Willians, advogado de Rose Miriam di Matteo." Confira a nota completa de Carlos Regina, advogado da família Liberato: "Não é correta a informação quanto a reserva de bens. Os pedidos da Dra rose foram todos rejeitados pelo Tribunal. Nada foi concedido pelo desembargador. Nem a reserva de bens, nem qualquer outra espécie de pedido. Todos os bens estão livres e a inventariante Aparecida Liberato é a responsável designada pelo judiciário. A decisão do desembargador privilegiou a boa fé. Tanto quanto dos filhos de gugu e da inventariante. Tudo seguirá conforme previsto no testamento de Gugu. O advogado Nelson Willians deve ler com mais atenção a decisão do tribunal. Carlos Farnesi Regina (advogado dos herdeiros de Gugu)".


Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados