sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Com gol contra nos acréscimos, Independiente elimina Fortaleza na Copa Sul-Americana

Independiente comemora gol contra Fortaleza
Independiente comemora gol contra Fortaleza (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
O Fortaleza lutou até o último segundo, mas não conseguiu a classificação para a fase seguinte da Copa Sul-Americana. O Leão foi superior nos dois tempos da partida e chegou a ficar com dois gols de vantagem no placar, marcados por Juninho e Marlon, mas gol contra de Bruno Melo aos 47 minutos do segundo tempo foi suficiente para o Independiente conseguir a classificação pelo critério do gol de visitante. Um banho de água fria para os 52.552 torcedores que acompanharam o duelo na Arena Castelão. Com o resultado no jogo de volta por 2 a 1, o Tricolor dá adeus à primeira disputa em competição internacional. O Rey de Copas do técnico Lucas Pusineri segue vivo na disputa.
PRIMEIRO TEMPO
O Fortaleza iniciou o jogo tomando as rédeas da partida. Com segurança na troca de passes e velocidade, o Tricolor foi o primeiro a levar perigo para o adversário. Aos 4 minutos, David avançou e chutou cruzado na área, mas Campanã fez a defesa para o Rojo. O padrão na primeira etapa demonstrava com clareza o contraste na postura das equipes: o Fortaleza tentava pressionar a todo o momento, enquanto o Independiente se fechava na defesa com até 5 jogadores, tentando acalmar os ânimos do jogo e aproveitando as brechas que surgiam para contra-atacar. Foi num contragolpe que o Rojo chegou pela primeira vez. Após cobrança de falta por Juninho, cruzamento foi dado para trás em direção a Osvaldo, mas defesa do Rojo recuperou a bola e saiu no contra-ataque. Osvaldo voltou para marcar e recuperou a bola.
Juninho cobra pênalti e faz 1 a 0 em Fortaleza x Independiente
Juninho cobra pênalti e faz 1 a 0 em Fortaleza x Independiente (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
O Independiente tentou desacelerar o jogo depois de falta cometida por Gabriel Dias. Reclamação de jogadores da equipe argentina, que pediam cartão, durou cerca de 2 minutos. Na volta de jogo, o Diabo vermelho ainda teve outra grande chance. Braian Romero tentou chute de fora da área, mas bola passou por cima da meta do goleiro Felipe Alves. O Independiente parecia administrar a vantagem do placar no jogo de ida, situação que mudou após Osvaldo sofrer pênalti de Bustos. Juninho pegou bola para si, converteu com frieza no canto esquerdo e abriu o placar na Arena Castelão. Antes do intervalo, os times ainda criaram boas oportunidades. Aos 43, Romarinho aproveitou bate e rebate na pequena área e cabeceou, mas Campaña defendeu com tranquilidade. Do lado do Rojo, Fernández tentou um chutaço de fora da área, e obrigou Felipe Alves a fazer grande defesa com a ponta dos dedos.

SEGUNDO TEMPO
Osvaldo tenta finalização em jogo contra Independiente
Osvaldo tenta finalização em jogo contra Independiente (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
A segunda etapa começou mais equilibrada. O Independiente voltou mais reativo, aumentando a posse de bola e com mais investidas na área do Tricolor. Pelo Leão, Osvaldo mantinha estrela e seguia como maior referência. Sempre com velocidade no drible, o atacante conseguiu três grandes finalizações em menos de 10 minutos de jogo. A primeira resposta do Rojo veio aos 7 minutos. Fernández mandou chutaço, e Felipe Alves agarrou a bola no meio do gol. Na sequência, em nova chance da equipe argentina, Silvio Romero recebeu cruzamento pela esquerda, chutou para a área, mas Felipe Alves saiu com agilidade para defender novamente. Aos 16 minutos, nova chance para o Leão. Em cobrança de escanteio, Juninho manda para a área, Paulão avança de trás, faz o cabeceio, mas bola passa por cima. Em seguida, David passou a aparecer mais na partida e arriscou em duas chances claras de gol. Na primeira, aos 22 minutos, levou a melhor na saída com Campaña, deu chute rasteiro cruzado, mas Franco salvou na linha do gol. Na sequência, Bruno Melo avançou, cruza rasteiro para David, que teve outra oportunidade, mas finalizou para fora. Aos 32 minutos, Rogério Ceni fez uma alteração que mudaria a partida. Mesmo sob desconfiança da torcida, lançou Marlon no lugar de Romarinho. A estrela do técnico brilhou. No primeiro lance em que participou, o meia aproveitou belíssimo passe de Gabriel Dias e chutou livre na entrada da área para ampliar o placar. Os dois gols de vantagem garantiam o Fortaleza na fase seguinte da competição. O Tricolor do Pici tentou administrar vantagem na raça e gastando o tempo que podia. No entanto, aos 47 minutos, o lateral-direito Bustos recebeu passe de Velasco e mandou cruzado para o gol. A bola ainda desviou em Bruno Melo antes de entrar. Com o critério do gol de visitante, o Rey de Copas conseguiu a classificação e frustrou a torcida presente na Arena Castelão.

PÚBLICO NO CASTELÃO
Torcida do Fortaleza comemora gol contra Independiente
Torcida do Fortaleza comemora gol contra Independiente (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
Os 52.552 torcedores que compareceram à Arena Castelão fizeram uma festa. Com direito aos tradicionais mosaicos, show de luzes nas arquibancadas e muita euforia.
Público pagante: 52.552
Renda: R$ 1.330.879,00

E AGORA?
Paulão lamenta eliminação do Fortaleza na Copa Sul-Americana
Paulão lamenta eliminação do Fortaleza na Copa Sul-Americana (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
Mesmo vencendo por 2 a 1 no jogo de volta, o Fortaleza foi eliminado da Sul-Americana. O placar agregado foi de 2 a 2. O Independiente aproveitou a vantagem por 1 a 0 no jogo de ida e capitalizou com o gol marcado fora de casa, que rendeu a classificação para a segunda fase para o Rojo. O Tricolor deu adeus à primeira competição internacional que disputou sob fortes aplausos da torcida.

Fonte:Globoesporte.com






Nenhum comentário:

Postar um comentário