quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Juventus surpreende a Chapecoense e vence na Arena Condá

É travesso ou não é? O Juventus segue aprontando no Campeonato Catarinense, e na noite de quarta-feira, a vítima foi a Chapecoense. Na Arena Condá, o clube do Norte do estado venceu a partida com gol de Marllon, com uma ajuda do gramado cheio de poças. O Moleque Travesso jogou melhor e ainda teve chance de ampliar, mas no último minuto Fabinho perdeu uma oportunidade clara.
Melhores momentos de Chapecoense 0 x 1 Juventus
Melhores momentos de Chapecoense 0 x 1 Juventus

  • Como fica?
    A vitória coloca o Juventus na liderança do estadual, com sete pontos em três partidas (empate contra o Figueirense, vitórias em cima de Criciúma e Chapecoense). Do outro lado, a Chape segue sem vencer. São apenas dois pontos somados e oitava colocação na tabela.

  • Próximos compromissos
    A Chapecoense volta a entrar em campo no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), quando recebe o Brusque, na Arena Condá. Um dia depois, às 20h, o Juventus visita o Tubarão, no Domingos Gonzalez. As partidas são pela quarta rodada do Campeonato Catarinense.
Primeiro tempo
Poucas chances, muitas faltas. Assim é possível resumir o primeiro tempo de jogo. A chuva até pode servir de desculpa para explicar as atuações ruins, mas os times tiveram pouca produção. Enquanto a Chapecoense explorou as bolas longas, o Juventus colocou a bola no chão e tentou criar pelas laterais. A melhor chance saiu em um cabeceio de Aylon, na pequena área, que foi para fora.
Primeiro tempo teve mais faltas que bons lances
Primeiro tempo teve mais faltas que bons lances (Foto: Marcio Cunha/Chapecoense)
Segundo tempo
Hemerson Maria não gostou da Chapecoense no primeiro tempo e fez duas substituições no intervalo. Yann Rolim e Diego Torres ganharam a vaga de Ari Moura e Aylon. O time verde e branco piorou, e logo aos cinco minutos o Juventus abriu o placar. Itinga cruzou, a bola travou na poça d’água e enganou a defesa. Marllon foi mais rápido e chutou para o fundo das redes. O gol não mudou o panorama, e os visitantes seguiram dominando a partida. Já no final, Fabinho teve chance de ampliar, mas parou na marcação.

Atraso no jogo
A partida começou atrasada. A chuva forte que caiu em Chapecó e o mau tempo geraram um apagão no estádio. O problema foi resolvido pela empresa concessionária de energia, e a bola rolou cerca de 45 minutos depois do previsto.
O campo antes do jogo
O campo antes do jogo (Foto: Marcio Cunha/Chapecoense)
Borderô
Público total: 2.205 torcedores
Renda: R$ 37.190,00

Fonte:Globoesporte.com







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados