sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Athletico toma virada do Cianorte e perde os 100%, mas segue líder do Paranaense

O Athletico sofreu uma pane, tomou três gols em 11 minutos e perdeu para o Cianorte por 3 a 1 na noite desta quinta-feira, no Estádio Albino Turbay, pela quarta rodada do Campeonato Paranaense. Danilo Boza abriu o placar no primeiro tempo, mas Rodrigo Alves (duas vezes) e Buba marcaram os gols do time da casa. O Furacão mantém a liderança, mas desperdiça a chance de abrir vantagem. Já o Cianorte sobe para quinto.
Cianorte Athletico
Cianorte Athletico (Foto: Cianorte FC)

Tabela do Athletico
Com o resultado no Albino Turbay, o Athletico perde os 100%, mas segue na liderança, com nove pontos. Na próxima rodada, o Furacão enfrenta o Paraná às 18h de domingo, na Arena da Baixada. O clube colocará os titulares em campo, com Dorival Júnior no banco. Será a estreia oficial do time principal em 2020

  • Tabela do Cianorte
    Com a vitória nesta quarta-feira, o Cianorte sobe do nono para o quinto lugar, agora com sete pontos. O próximo desafio de João Burse e seus comandados será contra o Operário-PR, pela quinta rodada do Campeonato Paranaense. A partida está marcada para as 16h de domingo, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
  • Primeiro tempo
    Sem Christian e Pedrinho, dois destaques do time, o Athletico não brilhou, mas conseguiu aproveitar as limitações do adversário e abriu vantagem no primeiro tempo. Antes, é verdade, o Cianorte teve duas chances claras. Primeiro, Rodrigo Alves parou no goleiro Anderson. Depois, ele bateu rente à trave. Justamente quando os mandantes pressionavam, o Furacão abriu o placar. Denner cobrou escanteio, Kleiton ajeitou de cabeça, e Danilo Boza completou para o gol vazio - 1 a 0.
  • Segundo tempo
    O Cianorte mudou completamente a postura, controlou o jogo e virou o placar no segundo tempo. Rodrigo Alves - o melhor em campo - marcou dois gols. Em um, ele dominou meio sem querer, mas aproveitou que o goleiro Anderson saiu mal e só tocou para as redes. Depois, ele converteu pênalti e virou. No minuto seguinte, a defesa rubro-negra falhou de novo, e Buba tocou na saída do goleiro - 3 a 1. Eduardo Barros colocou Reginaldo, Jajá e Julimar, mas o Athletico não teve poder de reação.
  • Fonte:Globoesporte.com










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados