sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Mulher é presa suspeita de tentar matar o filho e agredir a mãe, em Itumbiara

Por Rafael Oliveira
Mãe de 26 anos enforcou filho e fugiu de casa por cinco dias, em Itumbiara, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás
Mãe de 26 anos enforcou filho e fugiu de casa por cinco dias, em Itumbiara, Goiás — Foto: Divulgação/Polícia Civil de Goiás


Uma mulher de 26 anos foi presa preventivamente em Itumbiara, região sul de Goiás, nesta sexta-feira (29), suspeita de tentar matar o filho de cinco anos por receber uma reclamação de mau comportamento da escola. Ela também tentou entregar o menino para o pai, mas não conseguiu. Em casa, ela colocou o joelho sobre o peito do filho e o enforcou com a camiseta dele, segundo a delegada titular da Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade, Yvve de Melo Rocha.

O caso aconteceu na segunda-feira (25). No entanto, após agredir a criança, a mãe furtou a moto de uma prima que estava na casa e fugiu por cinco dias. Na sexta-feira, ela se apresentou espontaneamente à Polícia Civil.

Ao ouvir a criança na delegacia, a delegada conta que ela confessou “teimar” na escola e que tem medo da mulher.
“A suspeita alegou em depoimento ter depressão e disse se arrepender de ter batido no filho daquela maneira”, contou a delegada. Sobre a frequência das agressões, a mãe disse em depoimento que ocasionalmente é agressiva com os filhos.
Já o menino de cinco anos, irmão de outros dois de oito e dez anos, desmente a mãe, segundo a delegada. “Testemunhas ouvidas pela polícia também relataram agressões frequentes contra os três filhos”, completa Yvve Melo.
No dia em que a mãe enforcou a criança, a avó precisou intervir e também acabou sendo agredida com uma mordida e empurrões. O avô da criança conseguiu separar a mãe do filho.
Uma prima que estava na casa teve a moto furtada pela suspeita, que sumiu por cinco dias, reaparecendo na Deam para se apresentar. Como a delegada havia pedido a prisão preventiva à Justiça, o mandado foi cumprido.
Os meninos estão afastados dela e foram entregues a familiares, segundo a delegada.

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados