quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Leandro e Bruno ressaltam importância de Gugu Liberato na carreira do KLB




   Gugu Liberato
Leandro e Bruno ressaltam importância de Gugu Liberato na carreira do KLB (Imagem: Reprodução / Instagram)
Gugu Liberato faleceu na sexta-feira (22) e está sendo velado na Assembleia Legislativa de São Paulo nessa quinta-feira (28). Dentre os famosos a darem o último adeus ao apresentador, estiveram Leandro e Bruno Scornavacca. Os dois irmãos, juntamente com Kiko, fazem parte do KLB, grupo que se formou no ano 2000. Curiosamente, a primeira apresentação da banda na televisão foi em junho desse ano, no Domingo Legal, que era comandado por Gugu. Bruno falou da dificuldade de lidar com essa notícia trágica: "Difícil, né? Sempre que se trata de uma perda, é muito complicado falar. Na minha crença, não termina aqui nessa vida, tenho certeza que ele deixa um legado, deixa o amor, deixa as lembranças". O cantor fez questão de se mostrar grato à importância do apresentador na carreira do KLB: "Não tem como pensar no KLB e não lembrar do Gugu. A gente participou várias vezes do programa dele. Ele tem uma participação gigantesca na nossa carreira. Se não foi o principal, foi um dos principais. Eu só tenho que agradecer". "Vim aqui dar um abraço e força pra família, porque faz um ano que eu perdi meu pai, que foi velado aqui também. Eu sei o que eles estão passando agora. É um momento muito difícil e o mínimo que eu poderia fazer, é estar aqui", disse Bruno, ao tentar resumir o motivo de sua aparição no velório e lembrando da morte de seu pai. Ele ainda falou de histórias com Gugu, na época do programa do SBT: "Toda vez que estavam naquela briga entre o Domingo Legal e o Domingão, cada vez que passávamos na frente, era muita vibração. Ele sempre nos monitores olhando e dizendo: 'KLB, canta mais uma'. Não tem como esquecer". Leandro Scornavacca refletiu sobre as fases do luto e estava otimista em relação à família do saudoso apresentador: "Tenho certeza que eles vão ser amparados e vão ter o entendimento depois de um tempo. A saudade fica sempre, mas você começa a ter uma aceitação que a vida continua. Você tem que continuar com seu propósito, aqui". "Ontem eu assisti o Canta Comigo, ele cheio de vida e agora não está mais fisicamente com a gente. Hoje é choro. Mesmo com a gravidade, a gente tinha a esperança que ele iria reagir, que ele iria melhorar, mas quando isso não aconteceu, o Brasil inteiro desabou. A energia que o povo está trazendo, vai fazer muito bem à família", continuou o cantor, valorizando a recepção do público presente no velório. Por fim, também demonstrou gratidão a Gugu Liberato: "Ele sempre nos deu muito carinho e a chance de mostrar nosso trabalho. A gratidão por ele é eterna".


Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados