terça-feira, 29 de outubro de 2019

Diretor da Fórmula 1, Ross Brawn critica Max Verstappen: "Precisa aprender com os erros"

Diretor da Fórmula 1, Ross Brawn critica Max Verstappen:
REUTERS/Luis Cortes

Aos 22 anos, Max Verstappen é um dos jovens pilotos vistos pela Fórmula 1 como um talento de futuro promissor. Mas os muitos erros na temporada fizeram com que os resultados não fossem dos melhores até aqui, ocupando apenas a quinta colocação na classificação do mundial de pilotos, e geraram críticas de Ross Brawn, diretor da F1, que destacou a necessidade de aprendizado pelo holandês para sonhar com um título mundial.

- Ele tem apenas 22 anos e muito espaço para evoluir. O mais importante é: ele precisa aprender com os próprios erros. Isso serve mesmo para quem tem 50, mas um pouco mais para quem tem 22. Você tem que ganhar as que deve e as que não deve, como demonstra Lewis. Isso faz de você campeão - escreveu Brawn em sua coluna.


Max Verstappen teve pneu furado após toque com Valtteri Bottas no México — Foto: Getty ImagesMax Verstappen teve pneu furado após toque com Valtteri Bottas no México — Foto: Getty Images
Max Verstappen teve pneu furado após toque com Valtteri Bottas no México — Foto: Getty Images
Max Verstappen teve um final de semana duro no México. No sábado, perdeu a pole position que conquistou no treino ao ser punido por não aliviar durante a bandeira amarela. Na corrida, mais dois problemas, um toque em Hamilton logo no começo e outro em Bottas, que furou o pneu de sua RBR e fez cair para a última posição.
- Há pouco consolo na recuperação para a sexto depois de estar em 20º, isso com 66 voltas usando os mesmos pneus duros. O holandês mostrou a sua idade, ou falta dela - comentou o chefão da organização.

O enrosco com Hamilton, inclusive, gerou críticas do inglês, que mandou indireta para Verstappen depois da corrida, dizendo que "há os inteligentes, os agressivos e os bobos". Brawn também aproveitou para elogiar o desempenho da Mercedes e de Hamilton no México, corrida em que a Ferrari era a favorita.
- Ele [Hamilton] e a equipe provaram que conseguem vencer mesmo quando não têm o equipamento mais veloz, uma situação incomum nos últimos cinco anos. Lewis venceu graças a estratégia de um pitstop e a noção de que a posição é primordial. Esses fatores somados a habilidade natural do piloto para poupar os pneus selaram uma grande vitória - concluiu Ross Brawn.

Hamilton está a um passo de garantir o sexto título mundial de sua carreira. Ele precisa apenas de quatro pontos no GP dos Estados Unidos, que acontece no próximo domingo.


Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados