quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Chapecoense bate o Atlético-MG fora de casa e ganha fôlego contra a queda

A Chapecoense levou a melhor sobre o Atlético-MG na noite desta quarta-feira, em partida válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência, e ganhou fôlego na luta contra o rebaixamento. Fora de casa, o Verdão do Oeste contou com os gols de Henrique Almeida e Everaldo e a defesa de pênalti de Tiepo para construir a vitória por 2 a 0. Igor Rabello ainda balançou a rede, mas o tento do zagueiro foi anulado. No jogo em que deu tudo certo para os catarinenses, os mineiros deixaram o gramado lamentando.
Melhores momentos: Atlético-MG 0 x 2 Chapecoense
Melhores momentos: Atlético-MG 0 x 2 Chapecoense
Como fica?
Com os três pontos somados na tabela, a Chapecoense chega aos 21 e mantém vivo o sonho da permanência na elite. A equipe ocupa a vice-lanterna. Do outro lado, o Atlético-MG fica com os mesmos 35 e cai uma posição. Agora, o Galo é o 13º colocado
Primeiro tempo
A Chapecoense não se intimidou atuando fora de casa e pressionou o Galo desde o primeiro minuto. Depois de levar perigo a Cleiton em duas oportunidades, a equipe catarinense abriu o placar. Aos 5, em cobrança de escanteio, Henrique Almeida balançou a rede e colocou o Verdão em vantagem. O segundo não saiu por pouco, quando Roberto bateu firme, e a bola passou a centímetros do travessão alvinegro. O Atlético-MG equilibrou e também levou perigo à defesa visitante. A melhor chance saiu dos pés de Nathan, já nos acréscimos. Ele recebeu de Luan, invadiu a área e chutou forte. A bola explodiu na trave.
Henrique Almeida marcou o primeiro da Chape
Henrique Almeida marcou o primeiro da Chape (Foto: GLEDSTON TAVARES/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)
  • Segundo tempo
    Atrás no marcador, o Atlético-MG voltou do intervalo disposto a empatar, mas acabou levando o segundo gol da Chapecoense. Henrique Almeida teve o chute travado pela zaga, e a bola sobrou para Everaldo, que bateu forte para o fundo da rede. Ricardo Almeida quase diminuiu na sequência, mas cabeceou por cima da meta de Tiepo. Igor Rabello conseguiu balançar a rede da Chape. O gol, no entanto, foi anulado após revisão do VAR.
  • Faro de gol
    Artilheiro da Chapecoense na temporada, Everaldo não passou em branco diante do Galo. Aos 4 minutos da etapa final, o camisa 77 aproveitou quando a bola resvalou na zaga adversária e bateu forte para o fundo do gol. O atacante fez o 11º tento no Brasileirão.
  • Arena pé quente
    A Chapecoense retornou ao palco da única vitória como visitante na Série A deste ano e conseguiu mais um resultado positivo no Independência. Antes, o Verdão já havia vencido o Cruzeiro, por 2 a 1, graças a gols de Rildo, que já deixou o clube, e Diego Torres. Desta vez, o triunfo foi construído por Henrique Almeida e Everaldo.
  • Deixa a desejar
    A campanha do Atlético-MG como mandante está longe de ser positiva. Diante da Chape, na noite desta quarta-feira, a equipe comandada por Vagner Mancini amargou a sexta derrota em casa na Série A. A lista se completa com sete vitórias e dois empates.
  • Parou, parou!
    Igor Rabello marcou com a camisa do Atlético-MG, comemorou, mas... não valeu. O árbitro, após consulta ao VAR, assinalou falta do zagueiro em Márcio Araújo.
    Igor Rabello comemorou, mas o gol acabou anulado
    Igor Rabello comemorou, mas o gol acabou anulado (Foto: Guilherme Frossard)
Na agenda
Na próxima rodada, a 30ª do Brasileirão, as duas equipes entram em campo no sábado, 2 de novembro. Às 17h (horário de Brasília), o Galo enfrenta o Fortaleza no Castelão. Um pouco mais tarde, às 21h (horário de Brasília), a Chape recebe o São Paulo na Arena Condá.

Fonte:Globoesporte.com









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados