segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Após quase 15 anos, Alexandre Avancini deixa a Record

Alexandre Avancini
Alexandre Avancini não renova contrato com a Record, após quase 15 anos de parceria (Imagem: Divulgação / Record)
Record perdeu mais um dos grandes nomes que passaram por seu departamento de dramaturgia. Segundo informações da jornalista Patrícia Kogut, o diretor Alexandre Avancini, na casa há quase 15 anos, não renovou contrato. O compromisso chegou ao fim em agosto. Cria da Globo – onde seu pai Walter Avancini fez carreira e onde dirigiu êxitos como Por Amor (1997), em cartaz no Vale a Pena Ver de Novo –, Alexandre chegou à Record em 2005, assinando a direção geral de Prova de Amor. A novela de Tiago Santiago assustou o canal dos Marinho, ao bater de frente com a malsucedida Bang Bang. Avancini "intimidou" a emissora-líder em outras três ocasiões: com Vidas Opostas (2006), de Marcílio Moraes, às 22h; através da franquia Mutantes (2007-2009), outra empreitada de Tiago Santiago, e com a bíblica Os Dez Mandamentos (2005), de Vivian de Oliveira. Alexandre Avancini também esteve à frente de Vidas em Jogo (2011), de Cristianne Fridman, e de Pecado Mortal (2013), de Carlos Lombardi. Seu último trabalho na Record foi a macrossérie Jezabel, marcada pelo insucesso. Em alguns destes projetos, esteve ao lado das atrizes Andréa Avancini e Nanda Ziegler, respectivamente irmã e esposa. Cabe lembrar que nos últimos anos, a Record perdeu diversos talentos, de atores a autores. Neste último setor, dos que trabalharam com Alexandre Avancini, apenas Cristianne Fridman segue contratada. Integram a lista de dissidentes Renato Modesto, Margareth Boury, Lauro César Muniz, Gustavo Reiz e Gisele Joras.


Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados