sábado, 31 de agosto de 2019

Charles Leclerc sobra e faz a pole position na Bélgica; Sebastian Vettel fecha dobradinha da Ferrari

Charles Leclerc sobra e faz a pole position na Bélgica; Sebastian Vettel fecha dobradinha da Ferrari
Getty Images

Só deu Charles Leclerc em Spa-Francorchamps. O piloto da Ferrari dominou as três etapas do treino de classificação do GP da Bélgica e conquistou sua terceira pole position na temporada 2019. A Ferrari voltou a fazer dobradinha, e Sebastian Vettel completou a primeira fila, a 0s748 do tempo do companheiro de equipe.

Mesmo sem a Mercedes fazer frente para a Ferrari, Lewis Hamilton conseguiu o máximo possível e vai largar na terceira colocação e terá ao seu lado na segunda fila o companheiro Valtteri Bottas. O inglês, que bateu no terceiro treino livre, viu seus mecânicos terminarem de consertar o carro só quando a classificação já havia começado.
Max Verstappen (RBR) e Daniel Ricciardo (Renault) ficaram com a quinta e sexta posições, enquanto Nico Hulkenberg (Renault), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), Sergio Pérez (Racing Point) e Kevin Magnussen (Haas) fecharam o top 10. No entanto, devido a uma série de punições por trocas de componentes dos carros de vários pilotos, o grid definitivo ainda não foi confirmado.
O GP da Bélgica começa amanhã às 10h10 (de Brasília).

Resultado do treino*

Resultado do treino classificatório em Spa-Francorchamps — Foto: Reprodução/FOMResultado do treino classificatório em Spa-Francorchamps — Foto: Reprodução/FOM
Resultado do treino classificatório em Spa-Francorchamps — Foto: Reprodução/FOM
*Alexander Albon trocou o motor e vai largar na última posição; Daniil Kvyat trocou o câmbio e perdeu cinco posições. Daniel Ricciardo e Nico Hulkenberg tiveram componentes do motor trocados e também vão perder posições, enquanto Antonio Giovinazzi e Robert Kubica tiveram os motores quebrados na classificação e também devem ser punidos.

Os três primeiros

Charles Leclerc, o pole position: "É muito bom - o primeiro setor não foi o que queríamos, mas depois estivemos muito fortes. Temos de trabalhar um pouco no nosso ritmo de corrida, mas acho que devemos ser rápidos amanhã."
Sebastian Vettel, o segundo no grid: "No fim, é bom nós termos assegurado a pole. Acho que temos um bom ritmo no carro para amanhã. O carro estava melhor hoje, então vamos ver"
Lewis Hamilton, terceiro colocado: "O terceiro treino foi terrível para mim, mas meus caras nos boxes sempre dão 100% e estou muito grato a eles por terem me colocado de volta aqui. A Ferrari fez um grande trabalho hoje mas espero que possamos lutar com eles amanhã."

O que você precisa saber?

- Quarta pole position da Ferrari em 2019, sendo a terceira de Charles Leclerc.
- Com a dobradinha no grid, a Ferrari atingiu sua 500ª primeira fila na Fórmula 1.
- Primeira vez que a Ferrari faz toda a primeira fila desde a prova do Barein.

Q1 - 18 minutos e cinco eliminados

A primeira parte do treino foi agitada. Antes mesmo de os favoritos marcarem suas primeiras voltas cronometradas, o Q1 foi paralisado com cinco minutos após o estouro do motor Mercedes da Williams de Robert Kubica. A interrupção se deu porque o carro ficou estacionado num local perigoso, e houve princípio de incêndio.
A bandeira vermelha foi uma ótima notícia para Lewis Hamilton, já que a Mercedes ainda terminava de trabalhar no carro do pentacampeão, danificado num acidente no terceiro treino livre. Dada a bandeira verde, Hamilton entrou imediatamente na pista com os demais pilotos.


Na primeira rodada de tentativas, Hamilton foi o quarto colocado, imediatamente atrás do companheiro Bottas. Leclerc de cara foi o primeiro a baixar da casa de 1m44 no fim de semana ao fazer 1m43s587, 0s522 à frente do segundo colocado Vettel.
Já Verstappen teve perda de potência na sua primeira volta rápida e marcou um tempo 8s2 acima do feito por Leclerc. O problema foi resolvido, o holandês voltou para a pista e, a um minuto do fim, conseguiu uma volta suficiente para passar ao Q2, em terceiro.
Logo depois de Max fechar sua volta, o motor Ferrari da Sauber de Antonio Giovinazzi quebrou, e a bandeira vermelha foi agitada de novo. Como faltava menos de um minuto para o fim, o Q1 foi encerrado, e isso foi prejudicial a Pierre Gasly, Carlos Sainz e Danill Kvyat, que não conseguiram dar suas últimas tentativas e acabaram eliminados com a dupla da Williams.

Eliminados
16º PIERRE GASLY (STR)
17º CARLOS SAINZ (McLAREN)
18º DANIIL KVYAT (STR)
19º GEORGE RUSSELL (WILLIAMS)
20º ROBERT KUBICA (WILLIAMS)
Resultado do Q1 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOMResultado do Q1 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOM
Resultado do Q1 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOM

Q2 - 15 minutos e cinco eliminados

Lewis Hamilton finalmente apareceu com um bom tempo e fez 1m43s592 na sua primeira tentativa no Q2, mas as Ferraris rapidamente restabeleceram uma dobradinha, com Leclerc fazendo 1m43s376, 0s130 à frente de Vettel, que foi mais rápido em dois setores mas perdeu no terceiro.
No finalzinho, Leclerc melhorou ainda mais seu tempo, para 1m42s938, sendo o primeiro a baixar da casa de 1m43. Vettel também melhorou e ficou 0s099 atrás. Quem apresentou bom desempenho foi Ricciardo, em quinto.

Na briga pelas demais vagas no Q3, Grosjean foi eliminado em 11º a apenas 0s059 do companheiro de equipe Magnussen. Norris e Stroll também foram eliminados, assim como Albon, que já iria largar do fim do pelotão, e Giovinazzi, que não voltou ao treino após o motor quebrado.
Eliminados
11º ROMAIN GROSJEAN (HAAS)
12º LANDO NORRIS (McLAREN)
13º LANCE STROLL (RACING POINT)
14º ALEXANDER ALBON (RBR)
15º ANTONIO GIOVINAZZI (ALFA ROMEO)
Resultado do Q2 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOMResultado do Q2 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOM
Resultado do Q2 na classificação na Bélgica — Foto: Reprodução/FOM

Q3 - disputa pela pole position

A parte final começou tumultuada porque o trânsito na preparação dos pilotos para suas voltas rápidas causou problemas para Lewis Hamilton, que travou os pneus atrás de Valtteri Bottas, que também travou seus pneus atrás de Nico Hulkenberg.


Quem seguiu dominante foi Leclerc, que na sua primeira volta já fez em 1m42s644, 0s638 à frente de Hamilton, o segundo mais rápido neste rodada de tentativas. Vettel errou logo no começo da volta e ficou em terceiro, a 0s832 do companheiro de equipe.
Na última rodada de voltas lançadas, Leclerc melhorou ainda mais seu tempo, enquanto Vettel, depois de fazer o melhor primeiro setor, errou no fim da volta e ficou longe do companheiro, além de quase perder o lugar na primeira fila para Hamilton.

Fonte:Globoesporte.com










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados