segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Marjorie Estiano faz revelação inusitada sobre “Sob Pressão”

Marjorie Estiano
Marjorie Estiano comentou que sonha com hospitais após gravações de trama (Imagem: Divulgação / Globo)
Marjorie Estiano está totalmente dedicada às gravações de "Sob Pressão", série da Globo que ganhará sua terceira temporada no próximo ano. A intérprete da médica Carolina conta que é complicado se distanciar da personagem e que chega a sonhar com o hospital da trama.
"A realidade de 'Sob pressão' é a da grande maioria dos brasileiros. Eu vivi essa experiência filmando a série durante todo o ano de 2018 e não aguentaria muito mais do que isso sem intervalo. São sequências bastante pesadas. Acho que agora entendo melhor o distanciamento que alguns médicos desenvolvem em relação aos pacientes. Os profissionais que nós interpretamos são completamente envolvidos com eles. Avaliando o ano, acredito que não fui bem-sucedida nesse desprendimento das cenas. Sonho direto com o hospital, com as emergências", contou ela ao site de Patrícia Kogut.
A atriz disse ainda que aparecer na produção com pouca maquiagem não afeta sua vaidade: "Acho importante se disponibilizar intelectual, física e emocionalmente para um personagem. Se oferecer abertamente não é fácil, trata-se de um exercício. Não usar maquiagem especificamente não afeta a minha vaidade, eu não tenho o hábito de usar. Pessoalmente, não me causa nada".
A personagem de "Sob Pressão" é o 16º trabalho de Marjorie Estiano dentro da Globo, desde que despontou como a Natasha de "Malhação", em 2004. "O começo foi o mais difícil pela inabilidade em lidar comigo mesma. Desde então, as dificuldades só mudaram de nome. Elas continuam existindo, e vou sempre me deparar com algo novo que me desloque, assim espero", comentou.
Mesmo com uma carreira já consolidada, a atriz também falou que enfrentou alguns momentos de crise em relação ao seu ofício: "Questionei mais de um vez se de fato aceitava o ônus e o bônus desse contrato que assinei comigo mesma. E acho que ainda vou questionar outras vezes. Por ora, combinei comigo de fazer contratos de prazo curto e ir reavaliando a renovação desses votos com a profissão. Não consigo me mover se não encontrar sentido e me seduz descobrir lugares novos para explorar. Me ouvir é importante para me manter presente, inteira e vigorosa".

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados