sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Após 23 anos, Galvão Bueno corrige narração e refaz lance do Palmeiras na Libertadores

Galvão Bueno
Galvão Bueno narrou gol de 23 anos atrás (Imagem: Reprodução/SPortv)
Galvão Bueno narrou o primeiro gol feito por Amaral no time do Palmeiras, há 23 anos. O fato aconteceu nesta semana, dentro do programa "Bem, Amigos", no SporTV.
A narração de Galvão, refeita ao vivo, teve como imagens a performance do jogador. O 'remake'auditivo foi realizado porque o narrador da TV Globo confundiu, à época, Amaral com o jogador Paulo Isidoro.
Amaral era um dos convidados do programa do canal a cabo e viu as imagens daquele 2 de agosto de 19595 quando o Palmeiras ganhou por 5 a 1 do Grêmio. A partida que aconteceu pelas semifinais da Copa Libertadores, foi marcante na disputa entre os times brasileiros.
Aquele jogo inesquecível contra o Grêmio que a gente ganhou de 5 a 1 aqui, você que tava narrando o jogo. Eu nunca tinha feito gol pelo Palmeiras, foi o primeiro meu. Eu fui comemorar, e os caras falaram assim: ‘Não vai comemorar, não. Pega a bola e quando chegar em casa você vê o gol’. Beleza, minha família tudo feliz, primeiro gol, né, eu chego em casa, boto a fita, gol do Palmeiras, e o Galvão Bueno confundiu e falou Paulo Isidoro”, disse o ex-jogador Paulo Isidoro.
Galvão, então, explicou a situação: “Eu não sabia disso, cara. Eu não sabia”. O narrador prosseguiu recordando a simplicidade de Amaral em passagens pela Seleção Brasileira. “Tinha uma admiração pelo Amaral. Era meio que filho de todo mundo. A gente tinha um carinho por ele na seleção brasileira. Era uma torcida pelo Amaral que era um negócio espetacular. O empenho dele em campo, a forma com que ele jogava. Era uma figura querida por todo mundo”, afirmou Galvão.
Agora me defendam. Olhando de longe assim, lá da cabine, dá para confundir com o Paulo Isidoro, não dá?”, defendeu-se Galvão em tom de brincadeira. “Agora eu tô te devendo um gol. Garambone, separa esse gol que eu quero fazer uma nova narração para mandar de presente para o Amaral”, falou.
Fazendo justiça, Galvão pediu um VT que continha a narração da época. “Alex Alves, Müller tá aguardando o cruzamento, ele tenta a finta, leva a vantagem, toca, Paulo Isidoro chegou, bateu, gooool, é do Palmeiras…”, dizia o vídeo. Na sequência, Galvão disse: “Volta a imagem sem som, por favor”. E, assim, narrou o tão comentado gol. “Aí a chance para o Palmeiras, a bola chegou, Alex Alves partiu pela direita, Amaral se enfiou pelo meio. Olha o Amaral, chegou, bateu, olha o gol, olha o gol, olha o gol, goooool, é do Palmeiras. Amaral é o nome dele”, narrou Galvão Bueno.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados