quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Justiça determina que Globo e Regina Casé paguem R$ 2,5 milhões à família de menino morto

Regina Casé e Globo perderam ação na Justiça (Imagem: Divulgação / Globo)
O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que a Globo e sua contratada, Regina Casé, sejam obrigados a indenizar a família da criança Guilherme da Silva Miranda no valor de R$ 2,5 milhões.
Em 1º de novembro de 2015, imagens com o menino foram exibidas pelo extinto programa “Esquenta!”. Na época, Regina falou da história de Guilherme na brinquedoteca do Hospital Boldrini, em Campinas, sem a presença dos pais.
Uma reportagem foi feita com Guilherme. O valor definido é por danos morais e uso indevido de imagem. A criança morreu vítima de um câncer agressivo cinco dias após a exibição da reportagem.
"Houve, então, exploração indevida da imagem do menor, com a finalidade de entreter", diz a sentença. A Globo ainda deverá suspender a veiculação e retirar as imagens de Guilherme do site da emissora.
Em depoimento, Casé afirmou que não é dela a responsabilidade de verificar se há autorização dos pais quando menores participam de gravações.
Ela disse ainda que mesmo que tivesse existido algum problema com a liberação para a reportagem, a apresentadora entende que não houve oposição dos pais do garoto, já que eles mantiveram contato com a apresentadora depois do programa e até participaram da gravação do "Esquenta!" de fim de ano no palco, quando fizeram uma retrospectiva da história do filho.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados