sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Empresários e profissionais liberais são maioria na nova Câmara dos Deputados

Nova Câmara dos Deputados será composta majoritariamente por empresários e profissionais liberais. Número de policiais e pastores cresceu e prometem fazer barulho, mas seguem sendo minoria
Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Nova Câmara dos Deputados será composta majoritariamente por empresários e profissionais liberais. Número de policiais e pastores cresceu e prometem fazer barulho, mas seguem sendo minoria
Dois terços da nova Câmara dos Deputados será composta por deputados eleitos no último domingo (7) que se declaram empresários ou profissionais liberais, mostrou o levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). O outro terço se divide entre profissionais assalariados de atividades diversas como atores, humoristas, sacerdotes, pastores evangélicos, além de estudantes.

Conforme o levantamento, 133 eleitos de declararam empresários, porém, ainda há 14 produtes do setor de agronegócios e sete comerciantes na nova Câmara dos Deputados . Segundo o Diap, esse grupo tende a ser maior porque "um advogago, dono de um grande escritório de advocacia, embora possa viver dos dividendos de seu negócio, prefere se apresentar como profissional liberal do que como empresário."
Entre os profissionais liberais, portanto, além de advogados e graduados em Direito, estão médicos, economistas, administradores, jornalistas, engenheiros, enfermeiros, corretores, contadores, médicos veterinários e agrônomos. Nessa categoria, com cerca de 200 deputados eleitos , estão os profissionais cuja renda é proveniente do trabalho sem vínculo empregatício. 

Bancada da Bala e Bancada da Biblía na nova Câmara dos Deputados

Capitão Augusto (PR-SP) é um dos deputados eleitos ligados à segurança pública. Ele já se candidato à Presidência da nova Câmara dos Deputados
Agência Câmara
Capitão Augusto (PR-SP) é um dos deputados eleitos ligados à segurança pública. Ele já se candidato à Presidência da nova Câmara dos Deputados
No terceiro grupo estão os assalariados: professores, servidores públicos, bancários e policiais; além dos que exercem atividades de natureza diversa, como atores, cantores, apresentadores de TV, humoristas, celebridades, além de pastores e sacerdotes.
Em relação a este último grupo, o levantamento mostra que 20 deputados eleitos declararam atividades ligadas à religião: 15 pastores evangélicos, dois sacerdotes, um frade franciscano, um teólogo e um ministro do evangelho. Nele encontram-se parlamentares como Padre João (PT-MG), Sóstenes (DEM-RJ), Frei Anastácio (PT-PB) e Paulo Freire Costa (PR-SP). Já os deputados eleitos Léo Motta (PSL-MG) e Olival Marques (DEM-PA) apresentam-se como cantores gospel.

Já em relação aos profissionais ligados à segurança pública, o levantamento do Diap mostrou que 32 militares, policiais ou bombeiros foram eleitos. São candidatos como Capitão Augusto (PR-SP) e Delegado Waldir (PSL-GO) que, inclusive, já se candidataram a futura presidência da nova Câmara dos Deputados .
No entanto, apesar do número de parlamentares da chamada " bancada da bala " e da "bancada da Biblía" terem crescido e prometerem uma agenda forte de pautas ligadas à segurança pública e ao conservadorismo nos costumes, pelo menos no papel, os profissionais oriundos dessas profissões, por si só, ainda serão minoria. Os empresários, sejam eles liberais ou conservadores, segume dominado o Congresso e, enquanto classe, terão o poder de decidir os rumos da Casa. 

Bancada dos Famosos na nova Câmara dos Deputados

Humorista Tiririca será um dos famosos que ocuparão uma das cadeiras da nova Câmara dos Deputados (de novo)
Nilson Bastian/ Câmara dos Deputados
Humorista Tiririca será um dos famosos que ocuparão uma das cadeiras da nova Câmara dos Deputados (de novo)
Outra fração, no entanto, que apesar de pequena deve dar o que falar é a bancada das celebridades. Nela, além do ator Alexandre Frota (PSL-SP) e do humorista Tiririca (PR-SP), estão o cantor de pagode Igor Kannario (PHS-BA) e o ativista e conferencista Kim Kataguiri (DEM-SP) que também já se candidatou à Presidência da nova Câmara dos Deputados .
Também na casa, haverá 26 professores, 26 servidores públicos e três deputados eleitos que se identificaram como políticos: o tucano Lucas Redecker, atualmente na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, João Daniel (PT-SE) e André Abdon (PP-AP), já exercendo mandato na Câmara.

Outras profissões como agente administrativo, comunicólogo, gerente, gestor público, industriário, motorista, pescador, escritor e promotor de Justiça, terão apenas um representante cada para a nova Câmara dos Deputados. Na Bahia, um dos deputados eleitos foi o pescador Raimundo Costa (PRP), presidente da Federação da Pesca do estado. Já Sergipe elegeu o motorista Valdevan Noventa (PSC), o Acre, a magistrada Vanda Milani (SD), e Minas Gerais, a escritora e professora universitária Margarida Salomão (PT-MG).

Fonte:iG e  Agência Brasil


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog