terça-feira, 19 de junho de 2018

Senegaleses aproveitam falha polaca e vencem na estreia da Copa

© Laurence Griffiths
A seleção de Senegal estreou com o pé direito na Copa do Mundo e venceu a Polônia por 2 a 1, em Moscou, na tarde desta terça-feira (19), em partida válida pela primeira rodada do grupo H da Copa do Mundo. Cionek (contra) e Niang marcaram para os Leões, e Krychowiak descontou para os polacos.
Com o resultado, Senegal marca os três primeiros pontos no grupo. Na próxima rodada, os senegaleses enfrentam o Japão, no domingo (24), às 12h (de Brasília). No mesmo dia, a Polônia irá buscar a recuperação na competição contra a Colômbia, às 15h (de Brasília).
O jogo  
As equipes começaram a partida se estudando, marcando as estrelas de cada lado: Lewandowski e Mané e fizeram até a marca dos 15 minutos uma partida tímida. Então, os times começaram a sair um pouco mais para o jogo e Niang, aos 18 minutos, chutou cruzado para fora. Os polacos responderam na sequência, em cabeçada de Grosicki para fora.
Sadio Mane Senegal Robert Lewandowski Poland World Cup© Perform Media Channels Limited Sadio Mane Senegal Robert Lewandowski Poland World Cup
(Foto: VI Images)
A Polônia apresentou dificuldades no meio de campo, na transição da defesa para o ataque e facilitou a marcação de Senegal que, por outro lado, se mostrou mais organizada e apostou em velocidade. E a sorte apareceu para a equipe africana. Aos 37, Gueye chutou de fora, a bola desviou no brasileiro Cionek e foi para o fundo do gol. Os senegaleses ainda quase ampliaram em cabeçada de Mané para fora, aos 41.
Os polacos voltaram com postura mais ofensiva na etapa complementar, apostando nas decidas pelo lado do campo. Aos 5 minutos, Lewandowski bateu falta de frente ára a área e Ndiaye espalmou. Pouco depois, após cruzamento, Piszczek apreceu livre e mandou para fora. E quando os polacos iam dominando, Krychowiak recuou mal e a bola sobrou para Niang, que passou pelo goleiro e mandou para a rede.
A Polônia acusou o golpe do segundo gol e demorou a buscar uma reação. Krychowiak, aos 40, descontou de cabeça, mas faltou gás e criatividade para arrancar o empate.

Fonte:MSN e Omnisport

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog