quinta-feira, 14 de junho de 2018

Com gol de Bruno Henrique no fim, Santos vence Fluminense no Maracanã


Com um gol de Bruno Henrique aos 40 minutos do segundo tempo, o Santos venceu o Fluminense nesta quarta-feira, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro – a última antes da parada para a Copa do Mundo. Foi a quarta derrota seguida Tricolor, que empacou nos 15 pontos, na metade de baixo da tabela, após cinco jogos sem vencer. O Peixe, que reencontrou a vitória depois de duas partidas, chegou a 13 pontos e se livrou de passar mais de um mês na zona de rebaixamento. 
Bruno Henrique comemora o gol do jogo no Maracanã


O RETORNO
A partida contra o Fluminense foi a primeira de Bruno Henrique como titular do Santos depois das duas lesões sofridas no ano. O atacante machucou gravemente o olho direito no primeiro jogo da temporada e só voltou a campo depois de três meses. Porém, logo em seguida, no fim de abril, sofreu uma lesão muscular e ficou mais um mês afastado. No fim do jogo no Rio de Janeiro, Bruno Henrique chorou em campo e dedicou o seu primeiro gol no ano à esposa, grávida do filho Lorenzo:
O gol de Fluminense 0 x 1 Santos pela 12ª rodada do Brasileirão 2018

PRIMEIRO TEMPO
Até a metade da etapa inicial, o jogo foi bem ruim, travado no meio de campo, com quase nenhuma jogada de perigo. Aos 20 minutos, a primeira finalização: Pablo Dyego, do Fluminense, para defesa de Vanderlei. Em seguida, Jean Mota respondeu para o Santos, e Júlio César espalmou. Depois a disputa ficou mais aberta, mas pendeu para o lado tricolor – foram mais cinco finalizações do time carioca. Destaque negativo para os passes errados: 16 de cada equipe.
Douglas conduz a bola no primeiro tempo

OLHA PRO CÉU
Aos 40 minutos do primeiro tempo, Richard deu um chapéu em Gabigol na intermediária de ataque tricolor. A jogada não deu em nada, mas levantou a torcida:
Richard domina e dá chapéu em Gabigol aos 40 do 1º tempo

SEGUNDO TEMPO
O Santos voltou mais esperto na etapa final. Aos 12 e aos 20, em bolas cruzadas na área, Bruno Henrique e Gabriel perderam boas chances, de cabeça e com o pé, respectivamente. O Fluminense não conseguia atacar. Abel Braga (com Sornoza e Dudu) e Jair Ventura (com Copete) tentaram avançar suas equipes. Mas foram os visitantes que continuaram criando mais perigo: aos 40, Diego Pituca levantou a bola na área para Bruno Henrique tocar de primeira e decidir. O Peixe teve metade das finalizações do Tricolor (cinco contra 10), mas foi mais perigoso (três chances reais contra nenhuma).
Autor do gol, Bruno Henrique sofre com a marcação tricolor

MMA NA ÁREA
Aos 23 minutos do segundo tempo, em bola levantana da área, Nathan deu um chute na cara de Cittadini, que tinha se abaixado para tentar o cabeceio. O lance foi sem intenção, e o juiz nem pensou em marcar pênalti:
Léo Cittadini é atingido por chute de Nathan aos 23 do 2º tempo

NO MARACANÃ
Público presente: 7.438
Público pagante: 6.475
Renda: R$ 173.580,00


DESCANSAR E TREINAR...
Após o jogo, o goleiro Júlio César disse espera que o Fluminense aproveite a parada da Copa para voltar melhor no Brasileirão:
Júlio César: "Aproveitar a parada para a Copa para voltar melhor ainda"
Júlio César: "Aproveitar a parada para a Copa para voltar melhor ainda"

PARADA PARA A COPA
Os elencos de Fluminense e Santos ganham 11 dias de folga, antes de iniciar as atividades de intertemporada no próximo dia 25. O Tricolor carioca ainda não divulgou a programação. O Peixe viaja para o México: tem um amistoso no dia 7 de julho, contra o Monterrey, e a diretoria busca outros adversários para fazer ao menos mais um jogo durante a excursão.


PRÓXIMOS JOGOS
As duas equipes voltam a jogar no dia 19 de julho, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, e em clássicos! Em São Januário, o Fluminense visita o Vasco. No Pacaembu, o Santos recebe o Palmeiras – Alison e Diego Pituca estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo.


Fonte:Globoesporte.com









































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog