terça-feira, 12 de junho de 2018

Após 5 dias, piano que foi roubado e abandonado na orla de Salvador é entregue ao dono em meio a festa



O proprietário do piano que foi roubado e abandonado na orla de Salvador fez o resgate do instrumento nesta segunda-feira (11). O instrumento tem quase dois metros e mais de 300 kg.

Após ser abandonado na orla da capital, ele foi resgatado pelo cantor e compositor Wilson Aragão, que viu a situação e resolveu aproveitar o equipamento que seria jogado no lixo, já que a população havia acionado o serviço da Limpurb para retirar o instrumento do meio da rua -- um vídeo mostra que, para ser tirado da rua, o piano teve que ser carregado por várias pessoas e colocado em um caminhão baú.
Wilson, que mora em um prédio no Jardim de Alah, ficou com o piano por quatro dias e marcou para devolver o instrumento ao dono, Fausto Mendes, nesta segunda. Antes, no entanto, resolveu fazer uma verdadeira festa.
Piano foi levado por dono em carroceria de caminhão (Foto: Reprodução/TV Bahia)Piano foi levado por dono em carroceria de caminhão (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Piano foi levado por dono em carroceria de caminhão (Foto: Reprodução/TV Bahia)
Até uma música foi invetada para ser tocada no piano no momento da entrega do instrumento ao proprietário. "Esse piano só sai com ordem do delegado, e se tirar meu carro aí eu vou ficar retado", diz trecho da canção, criada por Wilson e pelo amigo, o também músico Marcos Clement.
Outra canção que eles resolveram tocar na despedida do piano foi justamente uma que Wilson compôs com Raul Seixas, intitulada Campim Guiné.

Depois da festa, o proprietário levou o piano em cima da carroceria de um caminhão para um destino que não quis revelar. "A gente vai levar e guardar e vê se com o tempo a gente vai consertar", destacou.

Caso

Fachada do Hotel Atlântico, que fica na orla de Salvador e está fechado há dois anos (Foto: Maiana Belo/G1 BA)Fachada do Hotel Atlântico, que fica na orla de Salvador e está fechado há dois anos (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
Fachada do Hotel Atlântico, que fica na orla de Salvador e está fechado há dois anos (Foto: Maiana Belo/G1 BA)
O piano apareceu no meio da rua, em um trecho da orla do Jardim de Alah, na capital baiana, na manhã de quarta-feira (6). O instrumento foi roubado do Hotel Atlântico, na madrugada do mesmo dia.
Sem conseguir arrombar o cadeado do local, os bandidos quebraram parede de hotel para levar o instrumento.
Fausto Mendes, dono do piano, contou ao portal G1 que o piano pertencia ao sogro, Carlos Alberto Jesuíno dos Santos, que já faleceu, e estava no local há cerca de 20 anos. Fausto registrou queixa do roubo do piano na 9ª Delegacia da Boca do Rio, na quarta-feira.
"O hotel está fechado há dois anos. Passei por lá e vi que a porta estava arrombada. Entrei, olhei e liguei para a polícia. Como o piano é preto e ficava em um local escuro, eu não percebi que ele tinha sido levado", relatou no dia do roubo.
Segundo Fausto, um ex-funcionário do hotel ligou para ele e falou que viu a reportagem sobre o piano. Ele achou que pudesse ser o instrumento do estabelecimento, já que além do piano ter as mesmas características, foi encontrado em um local próximo ao hotel, depois dele ter sido arrombado.

"Depois que ele me ligou, eu acessei o G1 e reconheci pela foto que era nosso piano. As pessoas acharam que um piano tinha sido jogado fora, mas ele foi roubado do hotel", pontuou.
Piano deixado na orla de Salvador estava com "pernas" quebradas e alguns danos (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)Piano deixado na orla de Salvador estava com "pernas" quebradas e alguns danos (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)
Piano deixado na orla de Salvador estava com "pernas" quebradas e alguns danos (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)
Piano de cerca de R$ 18 mil foi abandonado na orla de Salvador (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)Piano de cerca de R$ 18 mil foi abandonado na orla de Salvador (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)
Piano de cerca de R$ 18 mil foi abandonado na orla de Salvador (Foto: Adriana Silva/Arquivo Pessoal)

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog