quarta-feira, 31 de maio de 2017

Em guerra com a Simba, operadora de TV por assinatura é condenada a indenizar cliente

Silvio Santos não vem aí: assinante será indenizada por ausência de canais da Simba de sua operadora de TV por assinatura.
Silvio Santos não vem aí: assinante será indenizada por ausência de canais da Simba de sua operadora de TV por assinatura
As operadoras de TV por assinatura sofreram um revés na batalha que travam contra a Simba – joint-venture formada por RecordRedeTV! e SBT – desde o final de março, quando o sinal analógico foi desligado na Grande São Paulo e as emissoras de televisão aberta passaram a ter o direito, assegurado por lei, de cobrar pelo carregamento de seus sinais digitais.
Um juiz de Itaquera condenou a Net São Paulo a restituir parte dos valores pagos por uma assinante, de R$ 7,50 por mês, pela saída dos canais abertos da TV fechada – R$ 2,50 por cada emissora. A decisão abrange também o que foi cobrado “a mais” nas mensalidades anteriores, desde quando teve início a guerra da Simba com as operadoras, dois meses atrás.
O responsável pela sentença ainda afirmou que não cabe determinar o regresso de Record, RedeTV! e SBT às empresas de TV paga, já que o processo se dá sobre uma “relação de consumo”, na qual a assinante pagava por um serviço que deixou de ser oferecido, sem recompensação financeira. A Net São Paulo pretende recorrer da decisão, tomada em primeira instância.
Este processo pode render bons frutos para a Simba, que pretende receber alto em torno de R$ 2 bilhões por ano com a “compra” dos sinais dos três canais abertos pelas operadoras de TV fechada. Especula-se que a briga com os assinantes – e o consequente prejuízo com sentenças similares – possa “amolecer” as empresas, facilitando as negociações.
Com informações da revista “Veja”.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados