terça-feira, 30 de maio de 2017

Desacordo com CBF deixa Globo sem amistosos da Seleção e influencia queda de diretor de esportes

“Pode isso, Arnaldo?” Globo perde direitos de transmissão de amistosos da Seleção.
“Pode isso, Arnaldo?” Globo perde direitos de transmissão de amistosos da Seleção
Azedaram as relações da Globo com a CBF. Detentora dos direitos de transmissão dos amistosos da seleção brasileira até o ano passado, a emissora não chegou a um acordo para a renovação – o que levou a entidade a adquirir um horário na TV Brasil para exibir as próximas partidas, uma contra a Argentina (dia 9), outra contra a Austrália (dia 13). Especula-se que a Band, habitual parceira da emissora carioca nesta seara, venha a firmar parceria com a confederação, em breve.
Em nota enviada à “Folha de S.Paulo”, a Globo afirmou que considera os contratos de longo prazo mais vantajosos e que a CBF tem preferido negociar os direitos de Amistosos e das Eliminatórias da Copa 2022 em forma de bid (leilão fechado). O canal alega ter tentado um acordo, sem sucesso. Especula-se que o fracasso das negociações tenha determinado a saída de Renato Ribeiro do cargo de diretor da Central Globo de Esportes, anunciado em comunicado interno.
A CBF, por sua vez, pretende seguir uma tendência mundial, com clubes e ligas produzindo e transmitindo seus próprios eventos em diferentes plataformas, o que, estima-se, gerará mais lucro. Dez patrocinadores oficiais serão expostos no vídeo; empresas que não concorram com as dos anunciantes também poderão adquirir espaço na veiculação dos jogos.
Há também um acerto para a transmissão via Facebook. Cada cota de publicidade desta exibição será oferecida por R$ 2,3 milhões, dois quais R$ 1,8 milhão ficarão com a rede social e R$ 500 mil para a CBF. Para a empreitada, a entidade contará com Pelé, o mais famoso jogador brasileiro, como comentarista. Estima-se que outros 50 profissionais serão recrutados para as transmissões.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados