quarta-feira, 31 de maio de 2017

Apac emite alerta sobre chuvas de moderadas a fortes no Grande Recife e na Mata Sul

Nesta quarta (31), chuva causou alagamentos em diversos pontos do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Nesta quarta (31), chuva causou alagamentos em diversos pontos do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac) emitiu na tarde desta quarta-feira (31) um alerta para probabilidade de ocorrência de chuvas moderadas ou ocasionalmente fortes até as 17h da quinta (1º). O alerta, segundo o órgão, é válido para a Região Metropolitana do Recife e a Zona da Mata Sul de Pernambuco. Nessas duas localidades, a Apac recomenda que a população moradora de áreas de risco siga as orientações da Defesa Civil.

Das 4h às 16h desta quarta (31), a Agência registrou 97 milímetros de precipitação no Recife. O volume é esperado para oito dias, se considerada a média histórica de maio, de 329 milímetros, segundo a prefeitura do município.
Considerado alto pela Defesa Civil do Recife, o índice acumulado de chuvas na capital pernambucana levou o órgão a recomendar aos moradores das áreas de risco procurem abrigo em locais seguros, caso morem em áreas de risco. O órgão pode ser acionado em caso de necessidade através do telefone 0800 081 3400. A Central de Atendimento funciona 24 horas por dia e a ligação é gratuita.

Entenda o caso

Desde o final de semana, chuvas fortes atingem várias regiões do estado, provocando enchentes de rios e deslizamentos de barreiras. Cinco pessoas morreram, sendo duas no Recife, uma em Caruaru e duas em Lagoa dos Gatos. De acordo com dados do governo do estado, o número de desabrigados e desalojados já chega a 55,1 mil.
Na terça-feira (30), o governo do estado decretou emergência em 24 cidades pernambucanas. No domingo (28), o presidente da República, Michel Temer, veio ao Recife e autorizou o envio de ajuda humanitária. Ele ainda se comprometeu com a liberação de uma linha de crédito de R$ 600 milhões, junto ao BNDES, para obras no estado.
Arte chuvas em Pernambuco - 31 de maio (Foto: Arte/G1)Arte chuvas em Pernambuco - 31 de maio (Foto: Arte/G1)
Arte chuvas em Pernambuco - 31 de maio (Foto: Arte/G1)

Solidariedade

Para ajudar as famílias que perderam praticamente tudo nas enchentes, diversas instituições e entidades realizam arrecadação de alimentos não perecíveis e objetos de higiene pessoal. Há pontos de coleta em vários municípios.

Entenda as fortes chuvas

No Nordeste, as chuvas ocorrem por causa de um fluxo de vento que vem do oceano carregado de ar úmido, formando nuvens carregadas na costa e na Zona da Mata. De acordo com o meteorologista Celso Oliveira, da Somar Meteorologia, trata-se de um sistema chamado onda de leste, comum nesta região no outono e inverno.


Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados