segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Grande Rio, Salgueiro e Beija-Flor se destacam na primeira noite de desfiles e entram na briga pelo título

Ivete Sangalo foi homenageada pela Grande RioManuela Scarpa/Brazil News
A primeira noite de desfiles do Rio de Janeiro, neste domingo (26), começou com um susto. A Paraíso do Tuiuti, que voltou ao Especial após 16 anos para falar da Tropicália, teve um problema na última alegoria, que provocou um acidente e deixou feridos.
Apesar do triste episódio, a folia seguiu com a Grande Rio, um dos grandes destaques da noite. Em busca do título inédito, a escola homenageou Ivete Sangalo e transformou a Sapucaí em um grande show. A cantora inovou e desfilou na comissão de frente, porém, depois correu para passar pela Sapucaí mais uma vez, na última alegoria.
A Imperatriz Leopoldinense também fez bonito ao exaltar os índios de Xingu, com um desfile luxuoso e criativo.
O samba-enredo chiclete da Unidos de Vila Isabel contagiou os foliões, que vibraram com homenagem da escola para os negros e sua genialidade musical que influenciou as Américas. Sabrina Sato, rainha de bateria, virou cantora funk e brilhou no desfile.
A Acadêmicos do Salgueiro cantou a Divina Comédia, obra de Dante Alighieri, e impressionou com um desfile digno de campeã. Além das alegorias e fantasias impecáveis, a bateria Furiosa chamou a atenção por conta da ousadia: paradinhas, bossas e outras sacadas. A comunidade soltou a voz, que ecoou por toda Sapucaí. 
A Beija-Flor de Nilópolis cantou o amor no sambódromo na madrugada desta segunda-feira (27). Com o enredo “Iracema, a virgem dos lábios de mel”, a escola fez um desfile bonito tecnicamente e inovador, trocando as alas por "atos". A escola também optou por um desfile mais colorido e com menos brilho, o que criou um bom efeito visual para os espectadores.

Fonte:R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados