terça-feira, 29 de novembro de 2016

Renan defende reforma política e diz que sistema está 'falido' e 'fedido'

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), defendeu nesta terça-feira (29), em um evento organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a aprovação por parte do Congresso Nacional de uma reforma para modificar as regras políticas e eleitorais do país. Na visão do peemedebista, o sistema político brasileiro está "falido" e "fedido" e provoca "a eterna desconfiança da sociedade".

Neste mês, o Senado aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que prevê a criação de cláusulas de desempenho eleitoral para que os partidos políticos tenham acesso ao fundo partidário e ao tempo gratuito de televisão.
A PEC também acaba com coligações para eleições proporcionais (deputados e vereadores). Atualmente, a legislação eleitoral permite alianças entre os partidos para eleger deputados e vereadores. Por esse sistema, os votos obtidos pelas siglas são somados, e se elegem os candidatos mais votados da coligação.
"É hora de fazer mudanças radicais em um sistema que está falido, fedido e que provoca, com razão, a eterna desconfiança da sociedade brasileira", discursou Renan organizado pela OAB para discutir propostas de reforma política.
"Assumimos e estamos fazendo [uma reforma política]. Questões estruturais, que estão sendo enfrentadas, especialmente o fim das coligações proporcionais, a cláusula de barreira, a polêmica suplência de senadores, financiamento de campanha e o instituto da reeleição, que deverá ser votado ainda nessa semana", complementou.
Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Posts Relacionados