sábado, 29 de junho de 2019

Cientistas divulgam imagens da radiação dos anéis de Urano


Astrônomos conseguiram captar pela primeira vez a radiação vinda dos anéis de Urano. As novas imagens foram registradas pelo Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array (ALMA) e pelo Very Large Telescope (VLT), ambos no Chile.  Os pesquisadores Imke de Pater e Edward Molter, da Universidade da Califórnia, lideraram as observações do ALMA, enquanto Michael Roman e Leigh Fletcher, da Universidade de Leicester, no Reino Unido, lideraram as observações do VLT.
Imagem composta da atmosfera de Urano e anéis em comprimentos de onda de rádio, tirada com a matriz ALMA em dezembro de 2017, que mostra a emissão térmica, ou calor, dos anéis de Urano pela primeira vez. (Fonte: Edward Molter; Imke de Pater/Reprodução)
Foto: TecMundo
Já era de conhecimento dos cientistas que Urano possui pequenos anéis ao seu redor, mas pouco se sabia em relação ao seu real tamanho, à sua temperatura e massa. Observações antigas tinham revelado que Urano tem dez anéis finos, três anéis mais grossos e pelo menos 13 luas que orbitam dentro desses anéis.
Diferentemente dos anéis de Saturno, que são compostos por poeira microscópica, a pesquisa confirmou que os anéis de Urano são formados por partículas com cerca de 1 cm ou maiores. Inclusive, o anel mais brilhante, épsilon, é constituído por rochas ainda maiores, com tamanho de bolas de golfe.
"A composição dos anéis de Urano é diferente da composição do anel principal de Saturno no sentido de que, em uma visualização ótica comum e infravermelho, o albedo [capacidade de reflexão da radiação solar] é muito mais baixo: eles são realmente escuros, como carvão", disse Molter.
(Fonte: Edward Molter; Imke de Pater; Michael Roman; Leigh Fletcher/Reprodução)
Foto: TecMundo
"Eles também são extremamente estreitos em comparação com os anéis de Saturno. O mais largo varia de 20 a 100 km de largura, enquanto Saturno tem centenas de milhares de quilômetros de largura". Observações feitas pelas equipes conseguiram, também, pela primeira vez, medir a temperatura dos anéis de Urano: 77 K, cerca de -196° C.

Fonte:TecMundo e Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog