quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Sérgio Mallandro revela paixão antiga e encontro inusitado com Bolsonaro

Paulo Silva 

Sérgio Mallandro relembra paixão por Xuxa Meneghel (Imagem: Reprodução)
Sérgio Mallandro, em entrevista a Luciana Gimenez, na RedeTV!, contou em entrevista os momentos importantes da sua carreira, nas décadas de 80 e 90. Ele ainda falou sobre uma paixão na época da TV e um encontro com o presidente eleito Jair Bolsonaro.
O humorista também falou sobre o seu espetáculo de stand up comedy, ‘Terapia da Alegria’, em cartaz em São Paulo, e deu detalhes do seu envolvimento no processo de produção do show.
Conto minhas histórias, minhas situações, então eu que faço meu texto, né, senão quem vai fazer aquilo?”, questionou. “As pessoas andam meio tristes, elas precisam rir. Vocês têm que ir para lugares que possam se divertir porque a gente nasceu para ser feliz. Tem mania de ficar vendo coisa triste, lendo coisa triste, tragédia. Vocês precisam ir para o cinema, para o teatro, show de humor”, aconselhou. 
Foi quando Sérgio relembrou os momentos mais marcantes da sua carreira nos anos de 1980 e 1990, entre eles, a participação no filme “Lua de Cristal”, com Xuxa Meneghel, uma das maiores bilheterias do país na época.
Eu amo a Xuxa, ela é uma irmã eterna. É porque vocês a conhecem só pela TV, mas se conhecessem a pessoa dela, no dia a dia, vocês iriam amá-la muito mais. Super verdadeira, tem um amor por todos, é fora de série”, disse, ele que revelou ter se apaixonado por Xuxa. “No início tive um amor muito forte, mas eu olhava para ela e ela olhava para outro”.
Recentemente, ele convidou o presidente eleito Jair Bolsonaro para subir ao palco durante uma de suas apresentações. “Eu estava lá, apresentando e de repente meu filho falou: 'É o Bolsonaro com a família'. Então eu parei o show e falei: 'Pessoal, tem uma pessoa aqui que é um candidato à Presidência da República e eu quero vê-lo de perto'. (…) Minha primeira pergunta foi: 'Se você for presidente, qual vai ser sua primeira atitude?' Ele falou: 'Vou tirar todos os malandros da rua'. Eu respondi: 'Ainda bem que é da rua e não do teatro' (risos). Foi um dia mágico, ele é muito simpático”, disse.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário