quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Em busca do Planeta X, astrônomos se deparam com um menor nos arredores do Sistema Solar

Astrônomos encontraram um planeta anão nos limites do Sistema Solar enquanto tentavam encontrar o misterioso Planeta X. A descoberta eleva as chances de que esse gigante gasoso de fato exista.
"Esses mundos distantes, de fato, podem ser descritos como sinais peculiares no trajeto espacial que nos mostram caminho para o Planeta X. Quanto mais os encontramos, melhor entenderemos como são construídos os arredores do Sistema Solar e como esse planeta, se existir, ‘conduz' vida deles", afirmou Scott Sheppard, astrônomo do Instituto Carnegie, ao jornal Astronomical Journal.
Macaque in the trees
Planeta X (Foto: Reuters)
O novo planeta, oficialmente chamado de 2015 TG387 e apelidado de Goblin, é um corpo celeste pequeno e esférico, mais provavelmente uma bola de gelo, que foi observado pela primeira vez em 2015. Ele é muito parecido com seu vizinho Baiden.
O planeta anão Goblin possui 300 km de diâmetro e leva aproximadamente 40.000 anos para completar volta ao redor do Sol. Sheppard acredita que os astrônomos tiveram sorte de encontrar o planeta Goblin já que se encontra distante e de difícil detecção, além de haver diversos objetos do mesmo tamanho.
Sheppard também afirma que um planeta grande e desconhecido poderia ser um "ministro" desses planetas anões, direcionando eles como uma fronteira cósmica em torno da orla do Sistema Solar.
Fonte:Terra,Jornal do Brasil e Sputnik

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog