sexta-feira, 10 de agosto de 2018

Pierre Gasly diz que não será um novo Daniil Kvyat caso vá correr na RBR

Pierre Gasly diz que não será um novo Daniil Kvyat caso vá correr na RBR


Pierre Gasly vem fazendo direitinho sua escalada dentro do programa de jovens pilotos da RBR. Apoiado pela empresa desde as categorias de base, conquistou os títulos da Fórmula Renault 2.0 e da GP2 e só não ganhou a Super Fórmula Japonesa porque perdeu a última prova do ano para estrear na Fórmula 1 pela STR, em 2017. Na equipe-satélite da RBR, o francês vem mostrando velocidade e já conseguiu bons resultados, como o quarto lugar no Barein, um sexto na Hungria e um sétimo em Mônaco. Diante disso, nada mais natural do que Gasly ser postulante à vaga deixada por Daniel Ricciardo, que vai para a Renault.

Se até agora está tudo correndo bem para Gasly, sempre fica o questionamento se o francês vai se consolidar na F1 correndo pela RBR ou se deixará a desejar, como por exemplo o russo Daniil Kvyat, que fez escalada semelhante, mas teve a credibilidade abalada por uma série de erros, um rebaixamento para a STR e, finalmente, a demissão do programa da RBR. Perguntado se teme ser um destino como o de Kvyat, Gasly foi direto:
- Não. Se eu for rápido, terei minha chance. Eu preciso focar, garantir que eu seja rápido e o resto virá. Depende de como você vê as coisas - comentou o francês.
Kvyat sofreu acidente no GP dos Estados Unidos de 2015 (Foto: Getty Images)Kvyat sofreu acidente no GP dos Estados Unidos de 2015 (Foto: Getty Images)
Kvyat sofreu acidente no GP dos Estados Unidos de 2015 (Foto: Getty Images)
Aos 22 anos e com apenas 17 grandes prêmios no currículo, Gasly mira os exemplos de pilotos que foram bem sucedidos no programa da RBR ao vencer corridas e até conquistar títulos:

- Olhe para a RBR e todos os pilotos que não chegaram ao primeiro time, ou olhe para (Max) Verstappen, (Sebastian) Vettel, (Daniel) Ricciardo e os outros que tiveram sucesso.
Carro da RBR destruído após acidente de Kvyat em Suzuka (Foto: Getty Images)Carro da RBR destruído após acidente de Kvyat em Suzuka (Foto: Getty Images)
Carro da RBR destruído após acidente de Kvyat em Suzuka (Foto: Getty Images)

Gasly tem consciência que a disputa pelo cobiçado cockpit da RBR é com o espanhol Carlos Sainz, de quem chegou a ser companheiro de equipe na sua estreia na STR, justamente quando o francês substituiu Kvyat, no GP dos Estados Unidos do ano passado. Embora queira acender ao time principal, Gasly quer evitar perder o foco na atual temporada:

- Eu gostaria disso, mas não estou pensando muito nisso. Estou feliz com a minha temporada até agora na STR, estou feliz por estar aqui. No momento, nada está decidido, eu acho. É uma situação semelhante à de Carlos. Estamos ambos esperando para ver o que acontece.
Gasly acelera STR-Honda na chuva em Hungaroring (Foto: Getty Images)Gasly acelera STR-Honda na chuva em Hungaroring (Foto: Getty Images)
Gasly acelera STR-Honda na chuva em Hungaroring (Foto: Getty Images)
Por fim, Gasly disse que não vê problema em permanecer na STR caso algum outro piloto vá para a vaga de Daniel Ricciardo na RBR na próxima temporada.
- É a minha primeira temporada na F1 e tenho 22 anos, por isso estou feliz em ficar na STR se eles precisarem de mim. Mas claro que quero lutar pelo campeonato o mais rapidamente possível - disse.

Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog