quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Até tu, “Jesus”? MJ reclassifica novela da Record

Duh Secco 

Cláudia (Larissa Maciel) e Pilatos (Nicola Siri) em cena "quente" de "Jesus" (Imagem: Blad Meneghel / Record)
Nas análises do Ministério da Justiça, a respeito da classificação indicativa atribuída pelas emissoras às suas atrações, sobrou até para “Jesus”.
O MJ discordou da recomendação da Record acerca de sua trama bíblica; por decisão do órgão, a novela passou de “não recomendada para menores de 10 anos” para “imprópria para menores de 12 anos”.
No monitoramento da produção, o Ministério da Justiça constatou “tendências como apelo sexual, consumo de droga lícita, presença de arma com violência, morte intencional, ato violento, pena de morte, presença de sangue e crueldade todas agravadas por relevância e todas incompatíveis com a autoclassificação sugerida”. A análise foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (29).
O MJ também considerou que “os contrapontos apresentados na trama não foram suficientes para atenuar o impacto imagético e contextual às tendências apresentadas, para que estas se amoldassem à autoclassificação sugerida” e que “os ajustes realizados pela emissora não foram suficientes para sustentar a classificação da novela”.
“Jesus”, de Paula Richard, narra a história do Messias (Dudu Azevedo), do nascimento até sua crucificação. O folhetim, com direção artística de Edgard Miranda, reúne nomes como Aninha Lima, Beth Goulart, Cláudia Mauro, Day Mesquita, Fernando Pavão, Guilherme Winter, Kika Kalache, Larissa Maciel, Marcos Winter, Mayara Moura, Nicola Siri, Petrônio Gontijo e Vanessa Gerbelli.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog