sexta-feira, 29 de junho de 2018

“Novelas da Tarde” do SBT costumam fracassar com comédias, como “Que Pobres Tão Ricos”

Duh Secco

Jaime Camil e Lucero em "Por Ela Sou Eva", trama de menor audiência das "Novelas da Tarde" do SBT (Imagem: Divulgação / SBT)
Estrelada por Jaime Camil e Zuria Vega, “Que Pobres Tão Ricos” caracteriza mais uma aposta ousada do SBT para a faixa “Novelas da Tarde”.
Explica-se: o gênero “comédia romântica” não costuma atrair bons índices para o horário destinado às mexicanas pela emissora, conforme atestam os números das tramas veiculadas nos últimos oito anos.
As cômicas “Por Ela Sou Eva” (4,0 pontos; no ar em 2013) e “As Tontas Não Vão ao Céu” (4,4 pontos, em 2010) – também estreladas por Camil – ocupam a lanterninha do ranking, com a juvenil “Camaleões” (4,4 pontos, também em 2010). “Meu Pecado” (4,7 pontos, em 2014) e “Querida Inimiga” (5,9 pontos, em 2016) também figuram na “parte baixa” da lista.
Nos dois primeiros lugares estão os dramalhões “Abismo de Paixão” (8,5 pontos, em 2016) e “A Gata” (8,2 pontos, em 2016). A terceira posição fica com divertida “Meu Coração é Teu” (7,8 pontos, em 2016). Na sequência, a primeira exibição da atualmente “em reprise” “Coração Indomável”, em 2015 (7,8 pontos), e “Mar de Amor” (7,5 pontos, em 2016) – protagonizada por Zuria.
Em colocações “intermediárias”, estão “Teresa” (7,4 pontos, em 2015), “A Dona” (7,2 pontos, em 2015), “Amanhã é Para Sempre” (7,1 pontos, ainda em exibição), “Um Caminho Para o Destino” (6,9 pontos, em 2017), “O Que a Vida me Roubou” (6,7 pontos, em 2017), “Lágrimas de Amor” (6,7 pontos, em 2016), “Sortilégio” (6,4 pontos, em 2014) e “Cuidado com o Anjo” (6,1 pontos, em 2013).

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog