terça-feira, 15 de maio de 2018

Van cai em ribanceira e passageiros ficam feridos na BR-135 no Sul do Piauí

Por Lucas Marreiros
Van cai em ribanceira e passageiros ficam feridos em na BR-135 no Sul do Piauí (Foto: Divulgação / PM)
Van cai em ribanceira e passageiros ficam feridos em na BR-135 no Sul do Piauí (Foto: Divulgação / PM)

Um acidente de trânsito deixou passageiros de uma van feridos na tarde desta segunda-feira (14), na BR-135, próximo ao município de Cristino Castro, Sul do Piauí. De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo vinha da cidade de São Paulo com destino a Padre Marcos quando um pneu estourou e o motorista perdeu o controle.

Segundo o comandante do Grupamento da PM em Cristino Castro, sargento Francisco Muniz, o veículo transportava 12 pessoas. “A van desceu o aterro, que é bem fundo e bateu em algo lá. As vítimas foram resgatadas, algumas com lesões leves, graves e gravíssimas”, informou.
O condutor do veículo informou à polícia que o pneu do reboque estourou e fez com que ele perdesse o controle. “O motorista quebrou a perna e tivemos que quebrar o para-brisas do carro para tirar uma passageira que ficou presa”, afirmou o sargento Muniz.
Motorista informou à polícia que o pneu do reboque estourou e fez com que ele perdesse o controle do veículo (Foto: Divulgação / PM)Motorista informou à polícia que o pneu do reboque estourou e fez com que ele perdesse o controle do veículo (Foto: Divulgação / PM)
Motorista informou à polícia que o pneu do reboque estourou e fez com que ele perdesse o controle do veículo (Foto: Divulgação / PM)
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e as vítimas foram levadas para o Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, em Bom Jesus.
Conforme o diretor da unidade de saúde, Helder Meneses, 10 pessoas deram entrada no hospital. Duas delas com suspeita de fratura.
"Um homem está com suspeita de fratura no colo do fêmur, região do quadril. E uma mulher com suspeita de fratura em um dos ombros. Os pacientes serão avaliados por um ortopedista para determinar se há necessidade de transferi-los para outro hospital”, explicou o diretor.

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog