quarta-feira, 16 de maio de 2018

Conheça a trama de “As Aventuras de Poliana”, que estreia hoje (16) no SBT

Duh Secco 

Em São Paulo, Poliana (Sophia Valverde) enfrentará a tirania de Luísa (Milena Toscano) (Imagem: Divulgação / SBT)
O SBT lança nesta quarta-feira (16), às 21h, “As Aventuras de Poliana”. O texto inédito de Íris Abravanel e equipe é baseado no clássico “Pollyanna”, de Eleanor H. Porter. A autora terá a companhia do diretor-geral Reynaldo Boury, seu parceiro em “Carrossel” (2012), “Chiquititas” (2013) e “Cúmplices de um Resgate” (2015).
Confira a sinopse da trama:
Garota de personalidade livre e espontânea, Poliana (Sophia Valverde) cresceu em meio à magia do teatro mambembe. Ela é filha do divertido diretor e ator Lorenzo (Lázaro Menezes) e da espirituosa atriz Alice (Kiara Sasso), integrantes do grupo teatral itinerante Vagalume. Para tornar a difícil realidade, com dinheiro faltando todo fim de turnê, mais leve, Lorenzo e Alice ensinam uma brincadeira para Poliana: o jogo do contente, que consiste basicamente em conseguir ver o lado bom de tudo, especialmente nas situações mais desagradáveis.
Num pacato município do sertão cearense, onde seus pais se instalam, Poliana conhece João (Igor Jansen), um garoto humilde do povoado local, que se encanta pela música de apresentação da Vagalume. João, de personalidade forte, vive em um casebre sob os cuidados do pai grosseiro Tião (Helder Sossa) e da mãe submissa, Josefa (Luciana Vidal). Mesmo com pouca idade, o menino é obrigado a abandonar a escola e a ajudar Tião com o trabalho na lavoura e nos serviços de casa. Sua aptidão para a música, no entanto, desperta a atenção de Josefa.
Após a morte da mãe, e com o pai adoentado, Poliana segue para São Paulo, onde irá morar com os parentes de sua mãe, a família D’Ávila. Enquanto isso, João, cansado da repressão do pai, decide ir embora de casa. O garoto promete para a mãe que voltará para dar a ela uma vida melhor. Josefa fica atordoada, mas compreende que fora daquela realidade o filho talvez tenha condições de alcançar seus sonhos e desenvolver seus talentos. João, então, segue na garupa de um pau de arara, para uma aventura rumo a São Paulo.
Eis que Poliana percebe que nem todos são bondosos como os seus pais e que o jogo do contente pode se tornar ainda mais necessário e difícil de ser executado. A menina passa a morar com sua tia Luísa (Milena Toscano), irmã de Alice, que a trata com frieza e desagrado. A garota se vê forçada a obedecer inúmeras regras e horários estabelecidos. Nanci (Rafaela Ferreira) e Antônio (Jitman Vibranovski), empregados da mansão, tentarão auxiliar a menina, que acaba conhecendo a rabugenta Dona Branca (Lílian Blanc) e sua neta Mirela (Larissa Manoela), avó e prima de Nanci.
Caminhando pela vizinhança, Poliana topa com um homem sério e muito reservado junto com seu cachorro, o misterioso Sr. Pendleton (Dalton Vigh), morador da mansão 242, uma das maiores da redondeza. O vizinho é alvo de investigações dos meninos do Clube Magabe, composto pelos pequenos arteiros Mário (Theo Medon) e os gêmeos Gael e Benício (Vinicius Siqueira e Kauan Siqueira). Lorena (Pietra Quintela), amiga de Mário, vive tentando entrar no clube, mas nunca é aceita por ser menina. Sem o conhecimento da tia, Poliana também passa a frequentar a padaria do bairro.
A “Ora Pães, Pães” é um lugar aconchegante, administrado por Durval (Marat Descartes). O que a pequena protagonista sequer imagina é que o dono do estabelecimento é seu tio, o irmão que Luísa diz estar em Portugal. O padeiro tem duas filhas, Raquel (Isabella Moreira) e Lorena (Pietra Quintela). A pequena também se depara com a Comunidade Jardim Bem-Te-Vi, onde as vizinhas Gleyce (Maria Gal) e Arlete (Letícia Tomazella) vivem em pé de guerra uma com a outra, enquanto seus respectivos maridos Ciro (Nando Cunha) e Lindomar (Ivan Parente) são bons amigos.
Para contrariedade de Luísa, Poliana se torna aluna da Escola Ruth Goulart após uma audição às escondidas. Ruth (Myrian Rios) é a atual diretora, neta da fundadora do estabelecimento, que conta com o melhor ensino de artes, como canto, dança e teatro. A escola, coordenada por Helô (Elina de Souza), acaba de receber um novo professor de audiovisual, Marcelo (Murilo Cezar). Completam o corpo docente: Salvador (Eduardo Semerjian), o professor de arte; Iuri (Emilio Farias), o de teatro; Sophie (Gabriela Petry), a de música; e Débora (Lisandra Cortez), a de dança.
Poliana entra para a mesma sala de Luigi (Enzo Krieger) e Kessya (Duda Pimenta), que se tornam seus grandes companheiros. Nem todos, porém, são tão receptivos com ela. Filipa (Bela Fernandes), Yasmin (Bia Lanutti) e os valentões Eric (Lucas Burgatti) e Hugo (Henry Fiuka) aprontam várias com a garota e seus amigos. Na escola também estudam Raquel e Mirela – fã do youtuber Luca Tuber (João Guilherme) –, que disputam o recém-chegado Guilherme (Lawrran Couto). As duas são constantemente perseguidas pela garota-problema Brenda (Flavia Pavanelli).
Filiado à Ruth Goulart, existe o Comitê do Laço Azul, grupo que ajuda a escola e outras obras caridosas, formado somente por mães de alunos e senhoras influentes, liderado pela presidente Glória (Clarisse Abujamra), mulher importante e dona de uma galeria de arte famosa. Ela é mãe de Marcelo e do inescrupuloso, Roger (Otávio Martins), pai de Filipa e Guilherme, marido da desligada Verônica (Mylla Christie). Marcelo e Roger não são nada parecidos e não conseguem se dar bem, por mais que a mãe tente apaziguar os dois, todo encontro familiar sempre acaba em briga.
Ainda, a O11O (Onze), uma das principais empresas de games e aplicativos do Brasil. Roger é o diretor financeiro e a ponte entre o patrão, Sr. Pendleton, e todos os funcionários – que só se comunicam com o chefão por videoconferências. Sérgio (Guilherme Boury) e Joana (Daniela Paschoal) trabalham na O11O e escondem de todos que são casados para não perderem o emprego. O malandro Waldisney (Pedro Lemos), motoboy, e Claudia (Letícia Cannavale), amiga de infância de Luísa, completam o quadro de funcionários.
Enquanto isso, João, em outro canto, precisará lidar com o perigo vindo das ruas para lutar por seus sonhos e cumprir a promessa feita a Josefa. Em meio a essa aventura, Poliana e o amigo do sertão se esbarram. É quando ela se sente obrigada a encontrar um lar para seu amigo João, reunir seus tios novamente e desvendar o mistério do antigo grande amor de sua tia Luísa para que ela volte a se relacionar e não fique mais sozinha. Mesmo em meio às dificuldades, Poliana tenta sempre ver lado bom da vida e propagar o jogo do contente por onde passa.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog