quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

São Paulo vence jogando para o gasto e avança na Copa do Brasil

O São Paulo se classificou à segunda fase da Copa do Brasil durante a noite desta quarta-feira. Atuando no Estádio do Café, em Londrina, já que o Madureira vendeu o mando de campo, o Tricolor jogou para o gasto e venceu a frágil equipe carioca por 1 a 0, com gol de Brenner, marcado ainda no primeiro tempo.
Em busca do título inédito do torneio nacional, os comandados de Dorival Júnior enfrentarão na segunda fase o vencedor de Manaus-AM e CSA-AL, que duelam nesta noite na Arena da Amazônia. A CBF ainda não definiu uma data para o confronto.
Nesta próxima etapa do torneio nacional, embora a condição de visitante se mantenha, o time do Morumbi não terá mais a vantagem do empate, que levará a disputa à decisão por pênaltis se consumado durante o tempo normal.
Agora, o São Paulo volta as suas atenções para o Campeonato Paulista, no qual vai buscar se reabilitar após a derrota para o Corinthians. Neste sábado, a partir das 17 horas (de Brasília), receberá o Botafogo-SP no Morumbi. Já o Madureira, lanterna de seu grupo no Estadual do Rio de Janeiro, visitará o Botafogo, às 19 horas deste sábado, no Engenhão.
O Jogo – Com a maioria da torcida a seu favor, o São Paulo começou pressionando e não demorou a abrir o placar. Aos 17 minutos do primeiro tempo, Marcos Guilherme recuperou a bola pela direita, deu o drible da vaca no zagueiro e cruzou na medida para Brenner bater de primeira e colocar o Tricolor na frente.
Precisando de uma virada, os cariocas tiveram de abandonar a retranca inicial. E responderam com perigo aos 23 minutos, quando o volante Thiago Medeiros arriscou de longe, exigindo grande defesa de Sidão.
Em uma falha infantil de Edimar, o Madureira quase empatou o duelo. Aos 36, o lateral esquerdo errou recuo e presenteou o veterano Souza. O centroavante passou por Anderson Martins e notou a ultrapassagem de Luciano Naninho, que saiu na cara do gol e mandou na rede pelo lado de fora.
Após o gol de Brenner, o Tricolor diminuiu de ritmo e não criou mais chances até o fim da primeira etapa. Com Diego Souza e Shaylon apagados, Marcos Guilherme ficou sobrecarregado na criação. Já o Madureira, apesar dos muitos passes errados, cresceu na partida.
O São Paulo voltou cadenciando a partida e ficou perto de ampliar a vantagem aos dez minutos do segundo tempo, quando Marcos Guilherme descolou grande lançamento para Diego Souza na direita. O meia-atacante invadiu a área e chutou forte, mas o goleiro Douglas conseguiu espalmar para escanteio.
Aos 18 minutos, Brenner perdeu chance incrível de marcar o segundo gol dele e do Tricolor. Após lançamento de longa distância de Edimar, o atacante ficou na cara de Douglas e bateu de chapa. A bola saiu rente à trave esquerda.
Com a equipe caindo de produção, Dorival mandou a campo Lucas Fernandes, Paulinho e Bissoli nos lugares de Araruna, Brenner e Diego Souza. As mudanças, contudo, não surtiram o efeito desejado. O Madureira, por sua vez, desperdiçou a chance de deixar Londrina com o empate após Ygor Catatau sair na cara de Sidão e isolar por cima.
O São Paulo respondeu aos 41 minutos, quando Bissoli recebeu lançamento, dominou e bateu cruzado, acertando a trave direita do goleiro Douglas. Apesar do futebol burocrático e das vaias após a partida, o time paulista assegurou a classificação à segunda fase da Copa do Brasil.
FICHA TÉCNICA
MADUREIRA 0 X 1 SÃO PAULO
Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 31 de janeiro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Pedro Martinelli Christino
Cartão Amarelo: Filippe Formiga (Madureira); Anderson Martins (São Paulo)
Cartão Vermelho:
Gol:
SÃO PAULO: 
Brenner, aos 17 minutos do primeiro tempo
MADUREIRA: Douglas; Filippe Formiga, Danrlei, Edmário e Douglas Lima (Renan); Thiago Medeiros, Rezende (Téssio), William e Luciano Naninho; Ygor Catatau e Souza (Derek)
Técnico: Acácio (interino)
SÃO PAULO: Sidão; Éder Militão, Rodrigo Caio, Anderson Martins e Edimar; Jucilei e Araruna (Lucas Fernandes); Marcos Guilherme, Shaylon e Brenner (Paulinho); Diego Souza (Bissoli)
Técnico: Dorival Júnior

Fonte:Gazeta Esportiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog