quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Fernanda Montenegro fala sobre contracenar com outros veteranos: “Somos uma geração em extinção”

Fernanda Montenegro é a Mercedes em "O Outro Lado do Paraíso" (Imagem: Divulgação / Globo)
No ar como Mercedes em “O Outro Lado do Paraíso”, a atriz Fernanda Montenegro disse, em entrevista ao “Estadão”, que contracenar ao lado de Juca de Oliveira, Lima Duarte e Laura Cardoso é como o reencontro de uma geração única.
“Acho que somos uma geração em extinção. O mundo mudou, a estrutura cultural teatral no País mudou, o meio de comunicação amplo é a TV, com a internet atualmente também”, afirmou a atriz que, na trama, vive um relacionamento com Josafá, interpretado por Lima.
“Sempre em casa se falou de como os velhos se juntavam, porque se amparavam. Porque é o seguinte: pode não ter sexo, mas tem eros. E sem eros ninguém vive. Pode até nem ter sexo, mas o erotismo existe. É observação de vida”, refletiu.
De volta à uma novela das 21h desde o fim de “Babilônia”, onde viveu uma das protagonistas, que tinha relação com Nathalia Timberg, Fernanda diz que se as cenas em que apareceu dando um selinho na colega fossem ao ar hoje, não teria tanta repercussão.
“Foi um beijo suave, de amor, sem erotismos, nem sexualidade, mas tenho impressão que hoje não causaria nenhum escândalo. Três anos depois, se eu e Nathalia nos beijássemos numa novela – não com tanta pureza, até poderia ter mais avanços –, não sei se teria aquela grita toda”, refletiu.
Veterana e sempre firme na hora de expor sua opinião, a atriz não poupou argumentos quando foi questionada sobre o que acha do futuro do Brasil, principalmente por conta das eleições presidenciais, em outubro.
“Todos os presidentes que vieram depois dos militares chegaram ao poder com seus partidos ligados ao PMDB. Isso vai mudar? Não. Não vejo mudança. Entre quem entrar, vai levar o PMDB no poder”, disse.
Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog