sábado, 30 de setembro de 2017

Safety car "vence" prova de F4 Asiática marcada por pane seca em todos os carros

Safety car


Um fato muito inusitado aconteceu neste sábado em Sepang. Evento suporte ao GP da Malásia, a F4 Asiática teve duas corridas disputadas hoje, uma seguida da outra, por conta de uma mudança no cronograma. Apesar da primeira prova ter acontecido sem nenhum problema, a segunda foi marcada por uma verdadeira bizarrice: nenhum dos nove carros do grid conseguiu completar a corrida, que acabou "vencida" pelo safety car.

A prova vinha dentro de sua normalidade até poucas voltas para o final, quando quatro carros repentinamente pararam na pista. Na volta seguinte, três bólidos encostaram com pane seca e o safety car foi acionado. O piloto Kane Shepherd, então, iniciou a volta final atrás do carro de segurança, mas a alegria durou até a segunda curva, quando o tailandês também foi obrigado a abandonar.
Com isso, nenhum dos competidores recebeu a quadriculada, e a direção de prova validou o resultado da volta 5, quando todos os pilotos cruzaram a linha de chegada pela última vez. Espectador da corrida, Carlos Sainz Jr, da STR, comentou em suas redes sociais sobre o final inusitado.
- Eu acabei de assistir a primeira corrida da minha vida em que nenhum dos carros completou a prova. SIM!

Após anunciar Danial Frost como o vencedor da corrida, Peter Thompson, presidente da organização da prova, esclareceu o ocorrido.
- Com duas corridas seguidas, sem a possibilidade de completar o tanque, enchemos os carros para ambas as corridas, antes do início da segunda prova. No entanto, calculamos mal os requisitos. Como somos um campeonato de uma equipe, todos os pilotos foram, infelizmente, afetados.




Fonte:Globoesporte.com




Cantora Célia morre aos 70 anos em São Paulo

 Fábio Almeida
Cantora Célia morre aos 70 anos em São Paulo
Cantora Célia, de 70 anos, morreu vítima de um câncer em São Paulo
Menos de um mês após completar 70 anos, a cantora Célia morreu na noite desta sexta-feira (29), em São Paulo. A informação foi dada pelo Facebook oficial da artista, que faleceu vítima de câncer.
“É com imensa tristeza que informamos o falecimento da cantora Célia”, diz o comunicado na rede social. O velório será realizado no Cemitério do Araçá, neste sábado (30), das 9h às 15h.
Célia estava prestes a lançar o seu DVD comemorativo, “O Que Não Pode Mais se Calar”. Além disso, ela participava de alguns projetos musicais, como o mais recente ao lado de cantores de diferentes gerações, do qual também fizeram parte Ângela Maria, Alaíde Costa, Tetê Espíndola e Ayrton Montarroyos, entre outros, que homenagearam os 100 anos de Dalva de Oliveira, em julho.
A cantora dedicou a maior parte de sua vida à música. Ela começou a ganhar projeção em todo o país no programa de Flavio Cavalcanti, “Um Instante, Maestro”, em 1970.






Fonte:RD1

Ruim para o Bahia; pior para o Coritiba: times empatam e seguem ameaçados

Ruim para o Bahia; pior para o Coritiba: times empatam e seguem ameaçados


Em resultado ruim para o Bahia, pior para o Coritiba, os times ficaram no empate por 1 a 1 na tarde deste sábado, na Arena Fonte Nova, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor saiu na frente com Zé Rafael no primeiro tempo, mas o Coxa empatou com Rildo no segundo.

O Bahia chega ao 11° lugar, com 31 pontos, mas não consegue criar gordura para a zona de rebaixamento - ele pode perder até cinco posições no complemento da rododa. Já o Coxa segue na vice-lanterna, à frente apenas do Atlético-GO, agora com 28 pontos.
O Campeonato Brasileiro terá uma pausa de 10 dias. O próximo desafio do Bahia será contra o Palmeiras, dia 12, uma quinta-feira, às 21h (horário de Brasília), no Pacaembu. Já o Coritiba encara o Corinthians no dia 11, uma quarta, às 21h, na Arena Corinthians.
O Coritiba, que iniciou a rodada na vice-lanterna, tomou a iniciativa no início e criou quatro oportunidades até que o Bahia finalizasse pela primeira vez. Nas melhores chances, Alan Santos bateu perto, e Henrique Almeida tentou de bicicleta, mas Jean salvou. Depois, o goleiro acertou Henrique Almeida na área, mas o árbitro mandou seguir. O lance acordou o Bahia no jogo. Aos 29, Juninho cruzou, Rodrigão cabeceou no contrapé, mas Wilson operou um milagre. Já aos 45, Werley recuou mal, Zé Rafael chegou antes de Wilson e, caindo, completou para o gol - 1 a 0.
O Coritiba voltou com um atacante (Filigrana) no lugar de um volante (Jonas), mas o Bahia manteve a superioridade. Tanto que, aos 10, Mendonza recebeu passe de Zé Rafael e mandou a bomba na trave. O Coxa, porém, aproveitou um contra-ataque para deixar tudo igual. Léo cruzou, e Rildo bateu de primeira, no cantinho, para fazer 1 a 1. A partir daí, o jogo ficou aberto, os dois times partiram em busca do gol, mas, desorganizados, não conseguiram mais levar perigo. Ruim para o Bahia, que segue ameaçado; pior para o Coritiba, que fica na vice-lanterna.


Fonte:GLoboesporte.com

Band anuncia parceria com o Twitter e produção de conteúdo para o “Café com Jornal”

Band fez mudanças recentes na equipe do “Café com Jornal”
Após mudanças na equipe e a ampliação da cobertura política, o “Café com Jornal”, da Band, passou a ter desde a última sexta-feira (29), em parceria com o Twitter, um quadro que destaca os principais assuntos da semana.
Leonardo Stamillo, diretor editorial do Twitter para a América Latina, é o responsável por relembrar ao público os temas mais relevantes dos últimos dias e apontar o que pode ganhar força no final de semana, por exemplo. A parceria na produção de conteúdo é inédita na televisão.
Os assuntos são selecionados a partir do Moments, ferramenta que busca os tweets e conteúdos mais importantes na rede social diariamente.
“Os principais temas do dia repercutem primeiro na plataforma. Somos uma espécie de termômetro que as pessoas consultam para saber o que há de novo. Vamos levar para o ‘Café com Jornal’ os tweets selecionados pela nossa equipe de curadoria, passando por todos os assuntos: das notícias aos novos memes”, explica Stamillo.
André Luiz Costa, diretor executivo de jornalismo da Band, também comemora a parceria com a empresa digital. “O programa já tem uma presença relevante na internet, porque gera conteúdo e pauta discussões. Temos certeza de que essa relação com os usuários será potencializada com a parceria”, afirma.
Nas últimas semanas, o “Café com Jornal” passou a contar com a apresentação de Julia Duailibi, que divide a bancada com Luiz Megale. Além disso, o telejornal ampliou o espaço para o jornalismo político.

Fonte:RD1

Martian Successor Nadesico-Episódio 24-Justiça Onipresente(Dublado)


Martian Successor Nadesico, ou Mobile Battleship Nadesico (Kidō Senkan Nadeshiko), ou apenas Nadesico, é um anime criado por Kia Asamiya. O anime originou um mangá, cuja história é significativamente diferente.

O anime consistiu numa série de TV com 26 episódios, lançada em 1996, e um filme, Martian Successor Nadesico: The Prince of Darkness, lançado em 1998. No Brasil, a série foi exibida no canal por assinatura Animax em 2007 e o filme foi exibido pela Locomotion em 2000. Há ainda um spin-off da série, o OVA Gekiganger 3, lançado em 1998.

Enredo:

A história da série se passa no ano de 2196, quando a Terra está em guerra contra uma raça de invasores alienígenas, os chamados "jupterianos". Após a derrota sofrida na Primeira Batalha de Marte, a Terra necessita de constante proteção em relação aos ataques desses inimigos, que utilizam naves não-tripuladas, tornando sua real aparência um mistério até os episódios finais. O destino do planeta então se encontra nas mãos da Nergal (ou "Industrias Nergal" como é apresentado no anime dublado), um poderoso conglomerado industrial que acaba de construir a última esperança para a salvação da Terra: uma poderosa nave de batalha, a ND-001 Nadesico. O que a Nergal não contava era que a tripulação seria o principal problema da nave. A história do filme se passa três anos após os eventos da série.


Nome do anime:Martian Successor Nadesico
Gênero:Comédia, Ação, Mecha, Paródia, Ficção científica
Direção:Tatsuo Sato
Estúdio:XEBEC
País:Japão
Canais:TV Tokyo(Japão)/Animax(Brasil)

.


.

Atriz Solange Badim morre aos 53 anos no Rio de Janeiro

 Fábio Almeida

Atriz Solange Badim morre aos 53 anos no Rio de Janeiro
Solange Badim tratava de um câncer em estado avançado
Morreu na noite desta sexta-feira (29), no Rio de Janeiro, Solange Badim, de 53 anos. A atriz estava internada no Hospital Badim, no bairro da Tijuca, tratando de um câncer em estado avançado. Ela faleceu por volta das 17h30.
A informação foi confirmada pela assessoria do hospital, que pertence à família de Solange. Segundo a unidade, a artista estava internada desde o dia 8 de setembro.
Conhecida por seus trabalhos na TV, como nas novelas “Porto dos Milagres” (2001) e “Salve Jorge” (2012), onde interpretou a personagem Delzuíte Aparecida, Solange se destacou no teatro com a peça “Emilinha & Marlene, as Rainhas do Rádio”, na qual viveu Marlene.
Nas redes sociais, o ex-marido da artista, Sérgio Marimba, pai de sua filha, Sofia Badim, lamentou a morte: “Venho com muita tristeza e dor notificar a partida da grande atriz Solange Badim, amiga, mãe, parceira e tudo que é de especial que possa existir nesta vida!!!! Siga em paz guerreira, aqui ficamos com uma imensa saudade do seu sorriso e do seu amor. Que nossa Senhora da Conceição te cubra com seu manto de luz e te ampare na sua nova missão. Te Amo”.


Fonte:RD1

Por que Los Angeles está pintando o asfalto da cidade de cinza claro

O CoolSeal é um material feito para refletir o calor em vez de acumulá-lo (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
O CoolSeal é um material feito para refletir o calor em vez de acumulá-lo (Foto: Prefeitura de Los Angeles)

Os ventiladores de teto e os aparelhos de ar condicionado conseguiram apenas aliviar os efeitos da sufocante onda de calor que atingiu o sul da Califórnia recentemente.

Foram dias em que a maioria dos moradores de Los Angeles desejaram morar em um dos bairros que há algumas semanas testa uma nova ideia para combater as altas temperaturas.
Trata-se do CoolSeal ("selo fresco", em tradução livre), uma espécie de pintura de cor cinza claro que "refresca" o asfalto e que foi criada para combater o chamado fenômeno da "ilha de calor" urbana.

Concentração de calor

Não é de se estranhar que o projeto piloto para colocar à prova a eficácia do CoolSeal tenha começado na cidade de Los Angeles.
Los Angeles é a primeira cidade a testar a eficácia da pavimentação fresca (Foto: Prefeitura de Los Angeles)Los Angeles é a primeira cidade a testar a eficácia da pavimentação fresca (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
Los Angeles é a primeira cidade a testar a eficácia da pavimentação fresca (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
Cercada pelo deserto e coberta por milhares de quilômetros de asfalto, a maior cidade da Califórnia é um exemplo do efeito da ilha de calor, um fenômeno térmico que ocorre nas regiões urbanas por causa das bolsas de altas temperaturas, um efeito da combinação de cimento, asfalto, telhados escuros e escassez de árvores.
O prefeito da cidade, o democrata Eric Garcetti, quer reduzir a temperatura média em dois graus Celsius nos próximos 20 anos, segundo o jornal "Los Angeles Times".
A aplicação de CoolSeal pode ser uma das soluções.

No momento, os resultados são animadores, disse à imprensa Greg Spotts, diretor-assistente do departamento de manutenção de ruas da prefeitura de Los Angeles.
"Vimos que, em média, uma zona pintada com CoolSeal é entre 8 e 9 graus mais fresca que o asfalto escuro no mesmo estacionamento", disse Spotts.
Especialistas supervisionam constantemente o efeito dessa nova cobertura e, no momento, confirmam que as temperaturas são inferiores nas ruas onde ela foi aplicada (Foto: Prefeitura de Los Angeles)Especialistas supervisionam constantemente o efeito dessa nova cobertura e, no momento, confirmam que as temperaturas são inferiores nas ruas onde ela foi aplicada (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
Especialistas supervisionam constantemente o efeito dessa nova cobertura e, no momento, confirmam que as temperaturas são inferiores nas ruas onde ela foi aplicada (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
Substituto de outros sistemas refrescantes?
Por enquanto, o experimento foi aplicado em dois bairros de Los Angeles e está em sua fase inicial.
Mas as autoridades têm esperança de poder estendê-lo a outros bairros e até mesmo outras cidades do Estado e do país.
Alguns pesquisadores têm a mesma esperança.
"Já temos uma tecnologia eficaz para nos protegermos das ondas de calor, chama-se ar condicionado", diz em tom de brincadeira Alan Barreca, professor de ciência do meio ambiente da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).
"Mas há algumas razões pelas quais o ar condicionado pode não ser uma boa solução a longo prazo", afirma.
"Por um lado, os aparelhos de ar condicionado emitem hidroclorofluorcarbonos (fluidos de refrigeração conhecidos por sua sigla HCFC) e consomem energia, provocando o aumento dos gases do efeito estufa".
"Por outro, nem todo mundo tem condições de ter ar condicionado. Isso me preocupa de um ponto de vista moral. O asfalto fresco beneficiará a todos, independentemente da fonte de renda", disse Barreca à BBC Mundo.

'O setor das obras públicas é uma indústria que muda muito lentamente. Os materiais que usamos em nossas ruas são os mesmos usados desde a Segunda Guerra Mundial', disse Greg Spotts, da secretaria de serviços de rua (Foto: Prefeitura de Los Angeles)
'O setor das obras públicas é uma indústria que muda muito lentamente. Os materiais que usamos em nossas ruas são os mesmos usados desde a Segunda Guerra Mundial', disse Greg Spotts, da secretaria de serviços de rua (Foto: Prefeitura de Los Angeles)

Tecnologia de defesa

O departamento de manutenção de ruas da prefeitura de Los Angeles está tocando o projeto piloto junto com a empresa GuardTop, fabricante de cobertura para asfalto com base na Califórnia.
A empresa criou a tinta para a indústria de defesa dos Estados Unidos, disse Jeff Luzar, vice-presidente de vendas da GuardTop.
Luzar disse que as autoridades queriam reduzir a temperatura das pistas de decolagem para impedir que satélites espiões usassem raios infravermelhos para localizar aviões.
O produto aplicado nas ruas de Los Angeles é parecido com o original, mas foi aperfeiçoado para refletir ainda mais o sol.
As temperaturas mais baixas graças ao pavimento fresco resultam em uma dependência menor do ar condicionado, o que significa menos gases de efeito estufa (Foto:  Prefeitura de Los Angeles)As temperaturas mais baixas graças ao pavimento fresco resultam em uma dependência menor do ar condicionado, o que significa menos gases de efeito estufa (Foto:  Prefeitura de Los Angeles)
As temperaturas mais baixas graças ao pavimento fresco resultam em uma dependência menor do ar condicionado, o que significa menos gases de efeito estufa (Foto: Prefeitura de Los Angeles)

Custos x benefícios

O representante do departamento de manutenção de ruas da prefeitura de Los Angeles reconhece que ainda é preciso avaliar os custos de elaboração e instalação do material, assim como os efeitos ambientais do processo como um todo para ver se eles compensam os benefícios.
O CoolSeal custa US$ 40 mil por milha (1,6 km) e dura sete anos.
Para Alan Barreca, não há dúvidas.
"Há evidências de que o calor extremo pode ser mortal", diz o professor da UCLA.
"Se 160 km de pavimento podem evitar a morte de uma única pessoa, vale a pena instalá-lo. E isso se só focarmos em salvar vidas. O calor extremo tem um efeito também nas hospitalizações, na saúde infantil e até na fertilidade."
"Levando em conta todos esses fatores, acredito que os benefícios do asfalto fresco superam os custos. Mas precisamos esperar para ver se isso é confirmado", reconhece Barreca.
Greg Spotts concordou que ainda são necessários mais dados e afirmou que seu departamento vai monitorar e estudar as ruas onde o CoolSeal foi aplicado durante todo o outono boreal.


Fonte:G1 e BBC Brasil

Arquivo do blog