quinta-feira, 10 de agosto de 2017

“Nunca senti a necessidade de optar por um nome feminino”, diz Pabllo Vittar

 Henrique Brinco

"Nunca senti a necessidade de optar por um nome feminino", diz Pabllo Vittar
Pabllo e Fátima posaram juntas durante o programa.
Pabllo Vittar participou do programa “Encontro” na manhã desta quarta-feira (9), onde falou sobre o processo de aceitação e sucesso repentino. A primeira pergunta de Fátima Bernardes foi a respeito do nome masculino mesmo durante as performances de drag queen.
“Nunca senti a necessidade de optar por um nome feminino porque, quando decidi fazer drag, queria passar verdade através da minha arte, música, do que acho que sou. Pabllo me representa de uma forma que você não tem noção”, disse ela.
“Acho que, se eu tivesse um nome feminino, não ia passar tanta verdade. Não gosto de me trancar em uma caixa. Gosto de ser afeminada, de ser isso aqui, de sair na rua às vezes de boné. Gosto de ser o que quiser ser”, continuou.
Pabllo ainda falou sobre as dificuldades que enfrentou até chegar ao estrelato. “Para a gente, LGBT, nenhum momento da vida é fácil. Temos que provar que podemos, que somos capazes. No começo, levei muitos nãos da vida. Sempre digo que nunca desistam dos seus sonhos porque saí de uma cidade pequena, do interior do Maranhão, batalhei pra caramba. Nunca tive medo de colocar a mão na massa, que dirá de botar a cara a tapa”.

Fonte:RD1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog