sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Líder do furto ao Banco Central deixa hospital após ser baleado em tentativa de fuga



O líder do furto ao Banco Central, Antônio Jussivan Alves, conhecido como Alemão, deixou na tarde desta sexta-feira (11) o hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza, onde estava internado desde terça (8). Ele foi baleado na perna e na barriga quando tentou fugir da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, na cidade de Pacatuba, na Grande Fortaleza.

Por motivo de segurança, o local para onde o presidiário foi transferido não foi revelado. O temor das forças de segurança é que que criminosos tentem resgatá-lo, como houve a tentativa na penitenciária, na madrugada de terça.
Nesta quinta-feira (10), pacientes que buscaram o atendimento no IJF relataram temor com a presença do criminoso, condenado a mais de 100 anos de prisão. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social reforçou a escolta policial no entorno da unidade hospitalar durante a estada de Alemão.

Estudo da segurança nos presídios

Alemão entrou em hospital na madrugada de terça, quando foi baleado durante tentativa de fuga. (Foto: Reprodução TVM)Alemão entrou em hospital na madrugada de terça, quando foi baleado durante tentativa de fuga. (Foto: Reprodução TVM)
Alemão entrou em hospital na madrugada de terça, quando foi baleado durante tentativa de fuga. (Foto: Reprodução TVM)
O Ministério Público do Estado do Ceará solicitou um relatório ao Governo do Estado com análise da segurança nas unidades prisionais e no hospital onde está internado o Alemão; caso não seja constatado os requisitos mínimos de segurança, o Ministério Público vai solicitar a transferência do preso.
"Nós precisamos saber se esses detentos que tentaram a fuga fortemente armados, se existe uma unidade dentro do Ceará capaz de recebê-los com uma boa dose de segurança sem risco daquela tentativa de fuga", afirma o promotor André Barbosa.

Tentativa de resgate

A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) confirmou que criminosos tentaram "resgatar" internos do presídio, por volta de 1h20 de terça. Policiais que faziam a segurança da muralha deram um disparo de advertência, quando pessoas que davam apoio externo à fuga começaram a disparar contra a muralha. Houve troca de tiros. Um policial foi atingido de raspão.
Ao longo do dia, a direção do presídio realizou uma contagem na unidade. Não houve fugas, segundo a Sejus.

Mentor do furto

Alemão foi preso em 2008 na cidade de Taguatinga, Distrito Federal. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)Alemão foi preso em 2008 na cidade de Taguatinga, Distrito Federal. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)
Alemão foi preso em 2008 na cidade de Taguatinga, Distrito Federal. (Foto: Reprodução/TV Verdes Mares)
Alemão é apontado como um dos mentores do furto ao Banco Central, ocorrido na madrugada de 5 para 6 de agosto de 2005 em Fortaleza. Segundo a Polícia Federal, foram levados do cofre R$ 164,7 milhões (mais de três toneladas em notas de R$ 50).
Ele voltou a cumprir pena no sistema prisional do Ceará em março do ano passado. O preso estava em São Paulo desde julho de 2014 atendendo à determinação da Justiça paulista, que precisou ouvir Alemão para o andamento de um processo.
Alemão foi sentenciado a mais de 100 anos de prisão por diversos crimes, entre eles lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Em 2008, ele foi sentenciado a 49 anos e dois meses na ´primeira instância, e teve pena reformada pelo TRF-5 para 35 anos e 10 meses de prisão.


Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog