sábado, 12 de agosto de 2017

Em tarde dos zagueiros, Inter vence o Londrina no Beira-Rio e chega a 4ª vitória seguida



Na base do “chuveirinho”, o Inter embalou de vez na Série B. Em tarde dos zagueiros, a equipe gaúcha superou o Londrina por 3 a 1 no Beira-Rio e emendou a quarta vitória em sequência. Todos os gols colorados foram anotados de cabeça: Victor Cuesta e Klaus, duas vezes. Bidia marcou os dos paranaenses.

Com o triunfo, o Inter se manteve na segunda colocação da Série B, com 36 pontos, e manteve a distância de três para o líder América-MG, com 39. No próximo sábado, tenta emendar a boa fase em duelo contra o ABC, no Frasqueirão. Já o time paranaense cai para 12º, com 27. Buscará a reabilitação na próxima terça-feira diante do Brasil de Pelotas, no Estádio do Café.
Victor Cuesta e Klaus foram os nomes da partida (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional)Victor Cuesta e Klaus foram os nomes da partida (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional)
Victor Cuesta e Klaus foram os nomes da partida (Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Internacional)
Primeiro tempo morno
Em casa, o Inter chamou a responsabilidade na partida. Tinha volume de jogo, com posse de bola, mas sofria pela falta de criatividade. Assim, exagerava em cruzamentos ou em disparos a longa distância, como num chute forte de Cuesta. Bem marcado por Bidia, D’Alessandro pouco produzia. Por sua vez, o Londrina especulava contra-ataques e tentava comprovar a fama de um dos visitantes mais indesejáveis da Série B. Em um desses lances, o goleiro César fez uma saída de bola perfeita, no qual Carlos Henrique chutou para fora, com liberdade.
Sem criatividade, o time de Guto Ferreira seguiu apostando nas bolas alçadas para a área. E Klaus teve boa chance de balançar as redes, após cobrança de escanteio. Mal saia ele que seria o grande personagem da partida.

Vitória por cima

Demorou apenas três minutos para o Inter balançar o placar na segunda etapa. Após cobrança de falta de D’Alessandro, Victor Cuesta subiu sozinho na grande área e desviou para as redes. O camisa 10 colorado ainda quase anotou um gol olímpico, mas a cobrança de escanteio rebateu no travessão. Quando o time gaúcho relaxou, o Londrina chegou ao empate. Aos 23 minutos, o meio-campista aproveitou falha defensiva para deixar tudo igual.
Com o empate, Guto tentou mudar o panorama da partida. Tirou D’Alessandro e Pottker e apostou em Camilo e Nico López. O time melhorou... na base do chuveirinho. Pois a vitória sairia em duas batidas de escanteio de Camilo, que entrou muito bem na partida. E nas duas cobranças, foi Klaus quem se mostraria soberano na área para marcar dois gols de cabeça e distensionar de vez o ambiente no Beira-Rio.

Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog