segunda-feira, 17 de julho de 2017

Santos-AP suporta pressão do Altos e consegue empate que garante classificação

Por John Pacheco

Jogadores do Peixe comemoram gol de empate da partida (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)
Jogadores do Peixe comemoram gol de empate da partida (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)

O ano já é histórico para o Peixe da Amazônia, que no 1º semestre ficou no terceiro lugar da Copa Verde, fato até então incomum. A classificação deste domingo (16) sobre o Altos foi outro passo importante do clube amapaense, que está a quatro jogos de brigar pelo acesso para a Série C.

O jogo que garantiu vaga nas oitavas de final não foi fácil, o alvinegro sofreu pressão no início e no fim do jogo, e mesmo saindo atrás no placar, segurou o ímpeto do Altos e buscou o empate de 1 a 1 que assegurou a classificação. Com o empate em 2 a 2 no jogo de ida, o Santos-AP passou de fase pelos gols marcados na casa do adversário.

Jogo de volta aconteceu no estádio Zerão, em Macapá (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)
Jogo de volta aconteceu no estádio Zerão, em Macapá (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)
Com a vantagem do empate, o Santos-AP iniciou o jogo meio sonolento, ao contrário do Altos-PI que precisava da vitória e por isso ditou o ritmo nos primeiros minutos. Após uma blitz piauiense, os visitantes abriram o placar com Joelson, aos 21.
Insatisfeito com o desempenho do time, o técnico Edson Porto colocou Lucas no lugar de Bruno Maranhão, logo após o gol, e conseguiu equilibrar o jogo. As principais chances do Peixe foram com Lucas e Dedé, que receberam cruzamento na área, mas não conseguiram balançar a rede adversária.
Zagueiro Dedé após marcar de cabeça no começo do segundo tempo (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)Zagueiro Dedé após marcar de cabeça no começo do segundo tempo (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)
Zagueiro Dedé após marcar de cabeça no começo do segundo tempo (Foto: Rafael Moreira/GE-AP)
Mais equilibrado, o segundo tempo começou com o Santos-AP em cima e logo aos quatro minutos Dedé numa linda cabeçada empatou o jogo. As bolas alçadas na área foram o grande trunfo do Peixe, além dos contra-ataques, onde Fabinho teve pelo menos duas boas chances de virar o placar.
A partida seguia parelha até a expulsão de Bruno Lopes, que reclamou com o árbitro e foi para o chuveiro aos 26. Em vantagem numérica, o Altos reforçou o ataque e bombardeou a área alvinegra, parando em belas defesas de Axel. Sem sucesso, o clube piauiense, se despede da Série D.
A vaga coloca o Peixe nas oitavas de final, etapa que antecede a fase onde serão disputadas os acessos para a Série C. O adversário do time amapaense sairá do jogo entre Rio Branco-AC e Maranhão-MA, que jogam neste domingo. Independente do adversário, o Santos-AP decide em casa por ter melhor campanha na primeira fase.

Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog