quarta-feira, 26 de julho de 2017

Por que comprar a ação do banco preferido do Credit Suisse?

SÃO PAULO – A equipe de análise do Credit Suisse reiterou sua preferência pelo Bradesco entre as ações de bancos na bolsa brasileira em relatório divulgado nesta semana. A estimativa de lucros “mais atraentes” ante seus pares justifica a preferência e a elevação do preço-alvo.
 O Credit Suisse aumentou a expectativa de lucro líquido neste ano de R$ 17,9 bilhões para R$ 18,2 bilhões. Para 2018, a estimativa de lucro líquido avançou de R$ 18,9 bilhões para R$ 19,8 bilhões e para 2019 teve leve revisão para baixo de R$ 26,1 bilhões para 26 bilhões.
 A perspectiva para o papel (BBDC4) permanece em outperform (acima da média do mercado, o equivalente a compra) e o preço-alvo para 12 meses subiu de R$ 36,40 para R$ 38, valor 26,6% acima do fechamento de terça-feira (25).
 Os analistas do banco suíço esperam um forte conjunto de resultados no segundo trimestre para os bancos brasileiros, e a preferência pelo Bradesco decorre da expectativa de dados acima do esperado pelo consenso de mercado para o impacto positivo da queda da Selic no curto prazo, potencial de dividendos melhores devido ao crescimento da NII (receita líquida de juros), melhora da formação de NPL (créditos não produtivos) e controle rigoroso dos custos.
O Bradesco divulga seu resultado referente ao segundo trimestre na quinta-feira (27), antes da abertura do mercado, e a teleconferência com analistas será às 9h de sexta-feira (28).

Fonte:Yahoo e InfoMoney

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog