sexta-feira, 14 de julho de 2017

Na estreia de Dorival, São Paulo empata em casa com Atlético-GO e ouve vaias



Parecia o cenário perfeito para o São Paulo começar a se afastar da crise: estreia de treinador, em casa, contra o pior time do campeonato. Do banco, porém, o técnico Dorival Júnior viu, nesta quinta-feira, uma equipe desequilibrada, que conseguiu furar a retranca do Atlético-GO por duas vezes, mas não foi capaz de segurar a vitória. No fim, 2 a 2 e vaias no Morumbi.



O resultado deixa o São Paulo ainda na zona de rebaixamento, com 12 pontos. É o 17º colocado, a três da Chapecoense, 16ª e fora da degola. Pior: são nada menos que oito partidas sem vitória. O Atlético-GO agora tem oito pontos e continua na lanterna do Campeonato Brasileiro.
Na próxima rodada, o São Paulo vai a Santa Catarina enfrentar a Chapecoense na Arena Condá, domingo, às 16h. O Atlético-GO, no mesmo dia e horário, recebe o Atlético-MG no Olímpico, em Goiânia.
São Paulo Atlético-GO (Foto: Marcos Ribolli)São Paulo Atlético-GO (Foto: Marcos Ribolli)
São Paulo Atlético-GO (Foto: Marcos Ribolli)

O jogo

Os visitantes não fizeram a menor questão de esconder que foram ao Morumbi para evitar que o São Paulo se aproximasse do gol atleticano. O esquema funcionou no primeiro tempo: os donos da casa tiveram 78% de posse, mas quatro finalizações. Só uma delas, com Pratto, assustou o goleiro Felipe. O Atlético-GO, pelas estatísticas, até incomodou mais Renan Ribeiro, com cinco finalizações nos primeiros 45 minutos, mas nada com perigo.
O São Paulo voltou bem mais ligado no segundo tempo e pressionando a equipe goiana. A nova postura deu resultado rápido: aos 12 minutos, Pratto abriu o placar. Cueva bateu falta no travessão, e o argentino fez no rebote – o goleiro Felipe tirou, mas a bola já tinha ultrapassado a linha. Na dúvida, Petros mandou outra vez para dentro e até comemorou, mas o gol foi mesmo de Pratto.
A vantagem durou só oito minutos: numa cobrança de escanteio, a zaga tricolor afastou, Cueva tentou completar, mas errou, e deixou a bola no pé de Niltinho, que acertou um chute preciso no canto de Renan Ribeiro para empatar. Num contra-ataque aos 28 minutos, Niltinho quase virou num chute cruzado.
Dorival fez modificações no time, com Marcinho e Gilberto nas vagas de Wellington Nem e Cueva, que saiu de campo vaiado. Foi Marcinho quem desempatou, aos 38 minutos, num golaço de fora da área. Mais uma vez, durou pouco. Dois minutos depois, a defesa do São Paulo vacilou, e Everaldo, de calcanhar, fez o segundo do Atlético-GO.
No desespero, o São Paulo manteve a pressão. Marcinho teve ótima oportunidade de fazer mais um gol, mas falhou na cara de Felipe. Os espaços deixados pelos tricolores permitiram contra-ataques ao Atlético-GO, que teve chances. O empate, porém, se manteve.


fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog