domingo, 9 de julho de 2017

Jefferson brilha, Atlético-MG perde chances, e Botafogo busca empate no fim



Tinha tudo para ser um resultado positivo para um e frustrante para outro. Tinha. Foi aí que a máxima que o jogo só termina quando o árbitro apita, veio à tona. Até os 47 minutos do segundo tempo, a vitória estava nas mãos do Atlético-MG. Mas aí o Botafogo não desistiu e, no rebote de um pênalti, alcançou um empate pouco esperado pela proximidade do fim da partida, no estádio Nilton Santos, neste domingo, no Campeonato Brasileiro.

Jefferson é abraçado pelos companheiros após fazer defesa de pênalti de Rafael Moura (Foto: JORGE RODRIGUES/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO)
Jefferson é abraçado pelos companheiros após fazer defesa de pênalti de Rafael Moura (Foto: JORGE RODRIGUES/ELEVEN/ESTADÃO CONTEÚDO)
O gol atleticano veio com Marlone, aos 22 do primeiro tempo, após chute de fora da área e desvio de Emerson Silva. O gol botafoguense chegou aos 48 da etapa final, com Roger pegando rebote de pênalti perdido por ele mesmo. Com o resultado, o Botafogo continua em 10º lugar com 16 pontos, enquanto a equipe mineira segue em oitavo com 17.
Na próxima rodada, o Botafogo tem o clássico com o Fluminense, quarta-feira, às 21h (de Brasília), no Maracanã. Já o Atlético, no mesmo dia, mas mais cedo (19h30), recebe o Santos, no Independência.

O jogo

Com praticamente todo o time titular, era de se prever que o Botafogo tomaria as rédeas contra uma equipe mista do Atlético-MG. Ledo engano. Foi o Galo que tomou atitude e foi em busca dos gols. Com boas atuações pelo lado direito do ataque, o time alvinegro encontrava espaço para atacar e chutar ao gol de Jéfferson, voltando ao Alvinegro após 14 meses fora. O gol, entretanto, começou pelo lado esquerdo. Robinho avançou e tocou para Marlone. Aos 22, o meia arriscou de fora, a bola desviou em Emerson Silva e morreu dentro do gol. O time da casa tentou reagir, com lançamentos na grande área, mas sem muito sucesso. Assim, a primeira etapa ficou na mão dos times mineiros.
Botafogo x Atlético-MG  (Foto: Agência Estado)Botafogo x Atlético-MG  (Foto: Agência Estado)
Botafogo x Atlético-MG (Foto: Agência Estado)
Na segunda etapa, a equipe mineira teve uma chance de ouro para aumentar, logo aos 3 minutos. Rafael Moura cruzou na área, e a bola bateu no braço de Emerson Silva. Pênalti. Na cobrança, entretanto, apareceu Jéfferson para defender o pênalti de He-Man. Seis minutos depois, o goleiro do Botafogo se agigantou diante do Galo. Yago recebeu livre na área e bateu forte. Jéfferson espalmou para fora. O Botafogo manteve mais posse de bola na partida, mas com o mesmo problema: poucos chutes a gol.
Nos últimos minutos, entretanto, mais emoções. Com espaço para o contra-ataque, o Atlético-MG chegou com mais duas boas chances, mas Cazares e Robinho perderam gol na cara. O castigo veio nos acréscimos. Marcos Vinícius invadiu a área, se chocou com Matheus Mancini e caiu na área. Pênalti cobrado por Roger. Victor defendeu, mas o atacante, no rebote, empatou. Um alívio para a torcida do Glorioso e frustração para os alvinegros mineiros.


Fonte:Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

Arquivo do blog